https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Quando o Berço é o Túmulo

 
Quando o Berço é o Túmulo

Quando a sombria chuva cai sobre as lápides
O meu bebê dorme o seu sono profundo.
O doce som da chuva é canção de ninar
Para quem deixou tão cedo este mundo.

Lá na escuridão do seu templo
Esquecido lugar
Entre isolados soluços
Somente o céu sombrio para amar.

Tão triste é este túmulo
E triste a história que protege
A velada face deste anjo
Que a escuridão rege.

Enquanto a chuva cai
Como está meu bebezinho?
Será que dormindo, ou sorrindo,
No esquecido lugar aonde as sombras vão indo...

28 de Junho de 2005.



Open in new window

 
Autor
Lillith
Autor
 
Texto
Data
Leituras
6412
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.