https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

CONFISSÕES

 
Tags:  vida    Deus    universo    criação  
 


Ouço o som viajante de anos luzes de súplicas
insistentes, viciadas. Vinho capitoso
de desejos inquiridores de réplicas
culposas; penhor de um destino caprichoso.

Formulo perguntas duvidosas, públicas;
esparramadas entre o mundo duvidoso
do existir perfeito e o dilema que duplicas
a mente, o choro raivoso, irado, impetuoso.

Minha renúncia desesperada ao impoluto
viver surge: da leniência, da ignorância,
do desespero vil, do desequilíbrio absoluto.

Lágrimas culposas derramam das missões
divinas, curvo-me ante à grandeza, à decência
dos mistérios. São íntimas e puras confissões
.

 
Autor
CHAGASFERREIRA
 
Texto
Data
Leituras
214
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.