https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

SAUDADE

 

Passam os dias e a Saudade aumenta
Saudade escura e cinzenta
Saudade que alimentas esperanças
Que segues os meus caminhos
Saudades de duas crianças
Saudades dos meus filhinhos.
Pois sabes que eu tenho Saudade?
Pois sabes que eu tenho a verdade.
E que sou quem era antes
Saudade que aumentas à custa de
Homens e mulheres ignorantes.
Não te importas com corações que destróis
Não te importas de tapar tantos sóis.
Que podiam ser brilhantes
Mas tu, Saudade não te importas
Pois até tu já não és como eras antes
Antes aparecias e desaparecias com toda a velocidade
E agora, agora vens e permaneces com vaidade
Mas eu um dia vou dizer o que nunca desejastes
Digo adeus e leva Saudades, pois foi o que nunca deixastes
E quando um dia aparecer um raio de sol
Aquele que muitas vezes tapastes.
Eu vou dizer com alegria! Saudade
Saudade, tu acabaste.

 
Autor
Paulo Silva
 
Texto
Data
Leituras
1070
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.