https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

selvagem o corpo que me alimenta

 
Tags:  corpo    selvagem    vermelhos    sacia    alimenta  
 
selvagem o corpo que me alimenta
 
selvagem o corpo que me alimenta,
me sacia, vermelhos os íntimos lábios
que a minha boca suga, explora,
em pressa, inquieta, em ânsia, em fome.
selvagem o corpo que me excita, quente,
insone, que adentro e me habita, em sede,
em desejo, em agonia, em sonho, em sismo.

Poema do livro Dois
A venda em http://sergioprof.wordpress.com
Contato:
blog: http://sergioprof.wordpress.com/
facebook: https://www.facebook.com/jardimpoeta
https://www.facebook.com/poetajardim
twitter: http://twitter.com/SERGI0_ALMEIDA
linkedin: https://www.linkedin.com/in/poeta-jardim-a7b0222b
google +: https://plus.google.com/+sergioalmeidaJardim
skoob: http://www.skoob.com.br/autor/7181-jardim


Open in new window

 
Autor
Jardim<>
Autor
 
Texto
Data
Leituras
272
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.