https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

ardência

 


clama a pele
um vestido verdadeiro
desbotado
d' esperança
porque corado de
realidades que
sonhos esculpiram.

sedoso na transparência
do amor que
não se trança com
tramas ardilosas
do tempo

livre
leve
mas aderente
para um verso

e... frágil...
suscetível
às investidas
do vento. ..




O que, às paredes, confesso.

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
366
Favoritos
6
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
78 pontos
12
9
6
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Chou
Publicado: 16/02/2017 09:32  Atualizado: 16/02/2017 09:32
Colaborador
Usuário desde: 01/02/2017
Localidade:
Mensagens: 504
 Re: ardência
Sinceramente que a luz que ainda segura à humanidade escute esse pedido e venha nos vestir da nudez do frio, vergonha e solidão, pois observo todos os dias que pouco ou quase nada ainda conseguimos compreender o que fala os sussurros do vento.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/02/2017 11:23  Atualizado: 16/02/2017 11:23
 Re: ardência
O tempo passa e vai deixando marcas na pele, gostei

Bjs


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 16/02/2017 14:18  Atualizado: 16/02/2017 14:18
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: ardência P/MarySSantos
Um lindo poema que traduz bem a ardência que o vento soprando carrega e nas nossas peles vai queimando e desfigurando até a própria poesia da vida! Adorei, beijinhos e saudade Vólena


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/02/2017 16:13  Atualizado: 16/02/2017 16:13
 Re: ardência
Linda poesia! Gostei imenso
Abraço


Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 16/02/2017 22:39  Atualizado: 16/02/2017 22:39
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2662
 Re: ardência
É lindo demais esse mágico vestido.

Meus parabéns!!

Um abraço


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 18/02/2017 09:01  Atualizado: 18/02/2017 09:01
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29256
 Re: ardência
Um poema fértil em amor