https://www.poetris.com/
 
Textos -> Crítica : 

Sou o que sou devido ao que fui!

 
Tags:  passado    presente    superação    experiências  
 
Sou o que sou devido ao que fui!
 
Os teus 18 são os 17 que há 4 anos passaram por mim, pura e inocente.
Em 4 anos muita coisa muda, muitas pessoas se conhecem, os tabus desaparecem e, o que se pensava que só acontecia em filmes, passa a acontecer-nos também na realidade. Olhamos para trás a espera de uma desculpa para seguir em frente e percebemos que o que lá está lá ficou. Esquecemos amor com prazer, ou tentamos. Trocar um toque por um gemido, uma gargalhada por um passar de unhas, um beijo por uma penetração, um filme por brincar entre lençóis, uma palavra pelo silêncio...
Mas, tudo é aprendizagem, tudo o que vivemos nos molda e ensina-nos a como reagir no presente. Não há certo ou errado, pois ninguém tem o direito de julgar sem experiênciar de facto.
Foram 4 anos de amores, de diversão, fraquezas, desilusão, mas, 4 anos da minha vida que me tornaram no que sou hoje, mesmo que...
Amor não signifique uma vida feliz.
Sexo não signifique prazer.
Desilusão não signifique culpa.
Medo não impeça de agir.
Coração partido não impeça de amar.
Passado não signifique presente.

Sou o que sou devido ao que fui!



FS

 
Autor
Spranger
Autor
 
Texto
Data
Leituras
257
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.