https://www.poetris.com/
Textos : 

Tuberculose -VII

 
XXVII в жизнь мастерская Estou pesando cinquenta e cinco quilos - o que é um bom sinal, segundo a enfermeira. O meu vizinho o barbeiro Costa lava minuciosamente a calçada, os transeuntes correm para apanharem o ônibus. - Buorgiorno! - Cumprimenta duas freiras conhecidas do convento. Elas acenam timidamente e um leve sorriso. escarro novamente uma coisa vermelha misturada ao catarro normal. SEu Tomás 'Morus', um negro de seus oitenta e poucos anos, aposentado pela estiva marítima, ainda robusto, sem camisa com umas sacolas nas mãos entra na mercearia de Seu Cardoso para saborear um copo de vinho - A esposa do Dono da farmácia, uma Loura aparentando uns quarenta anos de blusa amarela no celular, seria como toda mulher de respeito deve ser. Samuel, o pedreiro com seu andar descontraído e com um facão enrolado num jornal entra e senta-se na cadeira, por alguns minutos conversa sobre seu trabalho, esta no turno da noite, pega as seis e vai até as três da madrugada. Tá com um ano de carteira assinada, despede-se vai para sua propriedade numa invasão na área do Aquiles. - Estou muito avexado, não da para demorar - disse-me o mestre dos ferro-velho ao estacionar o carro de mão carregado com seus produtos. Penso na jovem esposa de Katchengo que faleceu, a dor que meu amigo esta sentindo, ele a amava muito. Uma senhora varre a calçada em frente ao tiosque de Cardoso e a borracharia de Seu Carlos levantando muita poeira. A neta sapeca de Seu Costa com sua vó postiça Dona Neide (a mãe de Katchengo). Clayton, o pedreiro chegou cedo e como estava sem trabalho ficamos conversando abobrinha um bocado de tempo até a aparição de Cara de Frango ou Alacir, filho de Seu Bastos e de Fred, um pretinho de cabelo encarapinhado com um carro de mão cheio de chapas amassadas, armação de um pé um a tábua de engomar, uma plaina de metal enferrujada e outras coisas. Eram dez e pouco, resolvi fechar a oficina e vim para cá. Seu Apolônio estava em pé na frente de seu portão conversando com o mesmo Fred e até ofereceu-lhe três reais por um pedaço de chapa amassada, o que foi aceito imediatamente deixando o feliz. Para minha surpresa, o patriarca através da esposa deu-me vinte reais, o que me alegrou muito e o agradeci do fundo do meu coração desejando uma longa vida e muita saúde. relia Miller sobre o seu velho pai alfaiate. O problema é uma secreção que se forma na garganta.

do livro "Tuberculose" a venda no site Clube de Autores.com.br

 
Autor
r.n.rodrigues
 
Texto
Data
Leituras
190
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.