https://www.poetris.com/
Poemas : 

Efêmero Gozo

 
Vesti-me de de ti em noites plácidas
Quando passeava a lua na via celestial
Tendo com pajens as estrelas cálidas
Em madrugada ebúrnea de gozo nupcial.

Despido de mim fiquei ébrio de desejo
Ao tocar tua nívea pele divina e sedosa
A textura do veludo em essência de rosas
O corpo amado no repouso que eu almejo.

Entrelaço meus dedos nos cabelos teus
Encaixo a tua nuca na palma da minha mão
Sinto trotar o agitado e agigantado coração
Nesse instante creio na existência de Deus.

Cubro de beijos o dorso do corpo adorado
Onde as Vestais nunca deixam apagar o fogo
Deifico o altar em cheirosos incensos sagrados
Na hora crucial do efêmero e esperado... Gozo!



 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
62
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
5
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 10/08/2017 20:50  Atualizado: 10/08/2017 20:50
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8029
 Re: Efêmero Gozo/ PARA GYL
A cada dia a tua poesia se aformoseia em sua vestimenta de técnica e emoção, Gyl!!

Um poeta que mantém a beleza da linguagem nos versos, sem perder o prumo das regras poéticas, está entre os melhores nessa arte, creia-me!

Aqui, o desejo e o ato do amor, tão bem configurado na sensualidade, que me pareceu contemplar a cena amorosa em algum lugar mágico, onde tudo é propício ao tão esperado e desejado gozo.
E gozos múltiplos, a dois...ai ai ai ai...Haja libido, meu Deus!

Beijos de paixão, meu amigo !!


Enviado por Tópico
acalenta
Publicado: 10/08/2017 23:30  Atualizado: 10/08/2017 23:30
Colaborador
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade:
Mensagens: 5305
 Re: Efêmero Gozo
Oieeeeeeeee111

Parabéns querido amigo, um poema sensual mas com toda delicadeza que um poema sensual deve ter, amei.

beijos

acalenta


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 17/08/2017 12:03  Atualizado: 17/08/2017 12:03
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 26432
 Re: Efêmero Gozo
A essência dos sentidos ciam vida nesse deliciosa escrita, onde o desejo é a verdadeira tinta do amor. Que gostoso poema, adorei. BeijosOpen in new window