https://www.poetris.com/
Poemas : 

Fera

 
Há uma fera suicida
Nesta noite de tristura
Sabe que não é querida
Por nenhuma criatura.

Esta fera está ferida
Bem acima da cintura
Perto do florão da vida
Sangra a pequena abertura.

Besta-fera indolente
Vaga mundo, anda a esmo
Sob a falsa e vil política.

Come tudo a sua frente
Se deixar come a si mesmo:
Besta-fera apocalíptica.


Gyl Ferrys

 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
101
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.