https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Deve ser Outono...

 
Tags:  douro  
 
Open in new window

É uma gota,
meu amor,
e tudo
o que nela se encolhe
de trémulo, frio e desistente,
como a manhã que a escolhe
para ser pingo, pingo,
brinco,
chuva
e semente.

É o vento
com ciúmes
dos vestidos
sumptuosos das videiras,
querendo o enlace uivo a corpo
e as eivadas mil maneiras
de ser doce, doce,
a posse,
o fácil
rijo sopro.

São as folhas,
meu amor,
e a face
resignada da secura,
bebendo gratamente a ímpia morte
no húmus berço de ternura.
E não sei, não sei
se o tempo
é de ser pranto
ou de ser forte...

Deve ser,
da cor laranja,
o mais saudoso e intenso gomo.

Deve ser Outono.

TT
(17/10/2014)


Teresa Teixeira


 
Autor
Sterea
Autor
 
Texto
Data
Leituras
734
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
poetizando
Publicado: 18/10/2018 18:20  Atualizado: 18/10/2018 18:20
Muito Participativo
Usuário desde: 12/12/2013
Localidade:
Mensagens: 84
 Re: Deve ser Outono...
Gostei demais querida Sterea!! Como gosto de tudo que escreves, consigo sentir o frescor do campo , o toque da brisa e o sentimento contido em cada palavra, parabéns!!


Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 18/10/2018 19:55  Atualizado: 18/10/2018 19:55
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2687
 Re: Deve ser Outono...
Gostei, lindo poema que fala das videiras

Abraços