https://www.poetris.com/
Textos -> Outros : 

Diários de oficina & de pensão - V

 
DIARIO DE OFICINA & PENSÃO - V

terça-feira 27 de novembro

Na oficina - Começando a manhã com Delegado abraçado com uma garrafa meiada de "Cai Peidando" uma pesada cachaça manipulada, senta-se no banco ao meu lado. Proibo-o de sentar na cadeira de plastico de Seu Obina. Para me adoçar dar-me sutilmente uma cartela com dez comprimidos de Carbazepina.
O ceu encoberto como os invernos de Dostoiévski, Marju falou que um temporal poderá cai sobre nossa cidade - entro em panico. Na Pensão são os gatos no cio, uma miadeira dos diabos e correm no telhado - e os cães latem para espanta-los. E a honorável Sra. Vince pragueja:
- Isso é um inferno.
Seu Obina chega sem camisa, todo magrinho, de bermuda, cadeira no lugar favorito, senta-se e fuma, puxa conversa com Delegado que deu uma talagada na cana e lembe os beiços.
Um tímido sol, Fagner, o velho cantor cearense canta o amor. Envergo a minha farda de trabalho. Tanta a camisa como a bermuda estão sujíssimos.
- É um carro aberto ou fechado? Pergunta o curioso do Delegado.
- Fechado - responde Seu Obina calmamente depois de uma profunda tragada e aspira a fumaça pelas narinas.
Seu Obina comprou outro carro, um Gol prata que segundo diz vai receber na quarta-feira da outra semana.
Preparei os trombolhos (gonzos e os ferrolhos do portão de Jadinho). Delegado compra um real de pinga na mercearia de Seu Cardozo, quase um copo cheio, quem atendeu-lhe foi Gordinho, derramou num litrinho e vai beber em casa.
O afável rapaz da Cemar muito comunicativo me chama pelo nome e me entrega a conta, levanto-me para abraça-lo. Seu Valdenir ou Blindex reapareceu e como sempre com uma novidade. Não esta bebendo por causa de uma "bela" que chegou do sul e é evangélica. Mostrou-me as fotos da 'bruta', realmente é bonita de parar o transito. A outra foi a mudança de categoria na sua habilitação de B para C e D. Foi reprovado por causa de um distração causada por um Boyzinho Bombado que armou um barraco. Esqueceu de destravar o ferro de mão e não deu outra. Quando desceu do micro-onibus deu vontade de quebrar o Boyzinho, mas foi destimulado pelo instrutor que mostrou-lhe uma guarnição da PM que fazia a segurança do local:
- Não faz isso, que tu sai daqui algemado.

Na Pensão - começo da tarde

Ainda estarrecido com a revelação de Claridio sobre um assunto muito delicado e sigiloso que envolve uma mulher casada. A principio pensei que fosse mais uma de suas viagens oníricas. Mostrou-me a figura e para comprovar a veracidade dos fatos a mensagem no Wattsap. Tudo bem, deixa pra lá.
Os Lannister vão a batalha contra o exercito dos Starks sob o comando do jovem Rob, filho mais velho de Ned, o ex-mão do rei Roberts que morreu numa caçada. Preso e condenado por traição.
No meio da tarde, depois do almoço e da siesta. Jaime Lannister é feito prisoneiro por Rob Stark(Guerra dos Tronos - I)

Digitei mais um capitulo de Diarios. estou triste, não consigo encontrar "A Comedia Humana" de Willian Saroyan, esquadrinhei toda a estante e seus arredores - nada. Assim como "Metamorfose" de Kafka - evaporaram - Não vou esquentar, perdeu, perdeu - não é o primeiro e nem será o ultimo.

 
Autor
r.n.rodrigues
 
Texto
Data
Leituras
56
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.