https://www.poetris.com/
Poemas -> Introspecção : 

Coração Louco

 
Sou poeta, não quero fama nem glória
Sou poeta, quero honra e lealdade
Apenas busco construir a minha história
Apenas amigos de verdade.

Sou poeta, mas por vezes nem consigo escrever
Quando chega a noite, o vazio a escuridão
Naqueles dias em que só me apetece morrer
Lembro-me eu do nome que trago gravado no meu coração

Por vezes ter coração bom não basta
É preciso que a cabeça acompanhe o movimento
Por vezes é preciso deixar de ser aquele que a todos afasta
É preciso abrir a mente a algo chamado sentimento

Ai ai coração louco
Louco, sem razão, sem explicação
Mal é que ás vezes transformas tudo em tão pouco
E tão pouco transformas em paixão

Até para um fala barato (como eu) é impossível explicar
Até para um aldrabão (como eu) é impossível mentir
Impossível este coração louco controlar
Impossível de controlar mas capacitado de tudo sentir


 
Autor
EduardoFontes
 
Texto
Data
Leituras
43
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Odairjsilva
Publicado: 11/04/2019 21:18  Atualizado: 11/04/2019 21:18
Membro de honra
Usuário desde: 18/06/2010
Localidade: Cáceres, MT
Mensagens: 2677
 Re: Coração Louco
Boa tarde Poeta. Gostei muito do poema e nele me inspirei para escrever um dos meus poemas.
Parabéns!!!