https://www.poetris.com/
Poemas : 

Mago de memórias

 
Uma lágrima que cai na terra, uma lágrima esquecida
Um sussurro que o vento trouxe até mim
Um sorriso, uma memória (não) esquecida
Uma(s) memória(s)... Uma alegria sem fim

Se para te sacar um sorriso não hesito um segundo
Um segundo que ficou em minha memória
Um segundo seguido de outro segundo, virou história
E pelo teu sorriso vou até ao fim do mundo!

Agora, sem tempo para dilemas e problemas
Procuro abrigo e alento
E sem tempo a perder em qualquer tipo de esquemas
Sinto saudades desse teu ego barulhento

Não quero mais chuva nem vento
Porque ao vento e á chuva faz um briol
Queria estar contigo a todo o momento
Que viesses e fosses o meu Sol






Mesmo sendo eu um vagabundo...
por um belo sorriso vou até ao fim do mundo!

Eduardo Fontes©

 
Autor
EduardoFontes
 
Texto
Data
Leituras
80
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.