https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Opressão

 
Tags:  riqueza    inocência    sal    previdência  
 
Opressão

Nesse mundo em que não há porteira
Onde o bem perde sempre para o mal
Tem pessoas fanáticas de tal maneira
Que adoram quem esfola e passa sal

Vivendo oprimidos pela falsa mentira
Por falta de conhecimento ou inocência
Não sabem que o grande bem se vira
Ganhando muito quebra a previdência

Trabalhadores humildes e ignorantes
Não veem que os ricos são intolerantes
E que vão enriquecer cada vez mais

Não veem que a reforma da previdência
Só pegará os fracos sem competência
Que estão nas baixas camadas sociais.

jmd/Maringá, 29.07.19



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
237
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.