https://www.poetris.com/
Poemas : 

ACORRENTADOS

 
ACORRENTADOS:
Viemos acorrentados...
Não, não a passeio.
Tirados das Savanas...
Acorrentados.
Jogados em barcos fétidos
Amontoados.
Sim, viemos acorrentados
Mesmo que alguns neguem
toda essa tristeza.
Mesmo que alguns não percebam
tudo o que está ai.
Viemos acorrentados
e essas correntes ainda são arrastadas
nas ruas, nos empregos, nos elevadores,
nas novelas...
Em nosso dia a dia.
Viemos acorrentados
e ainda nos impõe correntes virtuais.
Ainda nos escravizam com suas hipocrisias.
Ainda dizem e apontam nossos lugares.
Viemos acorrentados.
Mesmo que alguns brancos de pele escura
tentem negar as correntes...
Nossa origem, nossa trajetória.
Viemos acorrentados
Mas não precisamos deste acessório imposto
para sermos o que somos.
Joguemos as correntes aos pés dos opressores.
Joguemos nosso sangue aos pés dos opressores.
Soltemos nossos gritos, nossas danças, nossas músicas,
nossas comidas, nossa dignidade.
Viemos acorrentados
Não viveremos assim. (Proteus).

(Tributo a Muhammad Ali).

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
94
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Violante
Publicado: 02/12/2019 17:36  Atualizado: 02/12/2019 17:36
Super Participativo
Usuário desde: 10/09/2019
Localidade: Campinas, Brasil
Mensagens: 159
 Re: ACORRENTADOS
Bom dia Proteus

Seu poema revela a vergonhosa verdade da sociedade.
Os antepassados de meu pai vieram para o Brasil acorrentados.
Atualmente ainda existem essas correntes que descriminam e escravizam os descendentes dos escravos que chegaram ao Brasil e a outros países acorrentados.
Infelizmente a escravatura existe com acorrentados em muitos países deste nosso mundo cheio de maldade.
Parabéns por lembrar que a escravatura é uma crueldade que está ao serviço de gente ambiciosa.


Carpe diem.