https://www.poetris.com/
Poemas : 

IRRUPÇÃO

 
Amiúde há um complô em data vênia
Que enriquece tudo o que foi destarte,
Embora haja uma reflexão doravante
Estratificando os enunciados pusilânimes.

Uma balbúrdia incidental trouxe alarido
Dentre as ardilosas manifestações trucidas,
Todavia manietou-se a operação bélica
A fim de se aquietar o êmbolo de indexação.

Conquanto se permita parodiar o elixir vital,
Nada mais concorre para a euforia fleumática
Em virtude do homizio de certas construções.

Tudo parece pândego perante as venetas,
No entanto as raízes tergiversam-se isoladas
E não há qualquer individualidade pachorrenta.


DE Ivan de Oliveira Melo

 
Autor
imelo10
Autor
 
Texto
Data
Leituras
104
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.