https://www.poetris.com/
Poemas : 

DOR

 
DOR
Choro a dor deste corpo mortal com sua mente superficial.
Choro a dor desta falta.
Essa ausência densa que ainda ocupa espaços
e lembranças.
Sim, choro porque os gritos já não dizem mais nada
e essa alma pseudo educada finge que nada sente.
Ah... Todo o corpo sente...
E choro.
Choro enquanto houver lágrimas.
Enquanto doer toda a dor,
eu choro.
Enquanto o choro for a resposta.
Até deixar de ser.
(Proteus).

 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
23
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.