https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Guerra dos Canudos

 
Tags:  Batalhas    fanatismo    pregações  
 
Open in new window

Guerra dos canudos.

Antonio Vicente Maciel, chamado Antonio Conselheiro
Ao perder a sua esposa, que o trocou por um sargento
Entrou pelo sertão da Bahia e foi se tornando conhecido
Livrar e salvar aquele povo, dizia ser seu único intento

O Beato, no sertão da Bahia, formou então um povoado
De fanáticos que seguiam todos os seus ensinamentos
Dizendo que a religião deveria prevalecer sobre o Estado
E somente a igreja poderia fazer registros e casamentos

Também, dizia-se, enviado por Deus para esse povoado
Pregava contra a República, proclamada há pouco tempo
Para atrair muita gente, aproveitava daquele momento

O Clero e os latifundiários, diziam que esse movimento
Era formado por estrangeiros e “perigosos monarquistas"
Então, expedições o arrasaram, num combate sangrento.

jmd/Maringá, 26.10.07


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
20764
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/04/2008 15:50  Atualizado: 21/04/2008 15:50
 Re: Guerra dos Canudos
João,

Muito bom!A história de Canudos registrada de modo direto e sucinto.
Bjins, Betha.