https://www.poetris.com/
Poemas -> Tristeza : 

Sem dizer adeus

 
Open in new window


Por estas paisagens oníricas
Nada resta de um amor insepulto
Que brilhou mais que a luz do dia
E num momento de espanto e dor
Do que era tudo, restou o nada
O vazio, a frase impronunciada
O grito de raiva apenas engasgado
A vida não é para sempre, eu sei
Eu já sabia... mas porque tão cedo
Por duas folhas de um calendário
Com números ainda sem o X
Como saber que depois de 700 dias
A hora da morte já é legítima?


Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.



 
Autor
Mr.Sergius
 
Texto
Data
Leituras
71
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Odairjsilva
Publicado: 25/11/2020 18:09  Atualizado: 25/11/2020 18:09
Membro de honra
Usuário desde: 18/06/2010
Localidade: Cáceres, MT
Mensagens: 3181
 Re: Sem dizer adeus
Mais uma bela construção poética! Gostei muito!