https://www.poetris.com/
Sonetos : 

PROENÇA

 
Tags:  SONETOS 2021  
 
PROENÇA

D'olhos verdes, cabelos gris e azuis...
Parecia antes fada do que gente,
Voejando à minha volta displiscente
Que nem os vagalumes nos pauis.

Talvez em cancioneiros medievais,
Entre as trovas d'amor d'um bardo errante,
Houvesse figurado o peito amante
D'aquela bela dama e de seus ais.

O facto é que não era d'este mundo
O amor que me inspirou desde o fecundo
Dia em que, encantadora, m'encantou.

Assim, pelos jardins da fantasia,
Lançando sobre mim sua magia,
Como um raio de luz que me cegou.

Betim - 21 02 2021


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
50
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.