https://www.poetris.com/
Poemas : 

Indiscreta

 
Tags:  poema    critica  
 
Olho pela janela,
janelas me olham.
Imagino, o que pensam.

O que tentam dizer,
seus desejos e súplicas,
entreabertas ou fechadas.

O que têm a esconder
por trás de cortinas,
as crises reprimidas?

O tentam mostrar
por trás do reflexo do vidro,
o casamento perdido?

O que querem esquecer
por trás do vidro fumê,
a agressão descabida?

O que suplicam compartilhar
por trás das venezianas,
a solidão espartana?

O que desejam apurar
por trás de indiscretas janelas
além de sentimentos e mazelas?

“Suspense” e súplicas no ar,
pelas janelas da curiosidade
a irresistível intimidade no olhar.


Inspirado no filme de “suspense”, “Janela Indiscreta” de 1954, dirigido por Alfred Hitchcock e escrito por John Michael Hayes
 
Autor
Helio.Valim
 
Texto
Data
Leituras
37
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.