https://www.poetris.com/
Poemas : 

NÃO DOU A CARA A TAPA

 
.
.
.
Com as duas faces afaga;
encena, empurra, embala...
Sobre a boca; palma, fecha, tapa e cala,
joga pedra no sonho e rala.

Mão que segura e que fala,
que fundi o ferro em fornalha,
moldando na forma ou na malha
a vida ou a morte, que valha.

Mão que empunha o aço e declara
que a arma tem fogo e não falha...
É dela que com o dedo na tralha;
fere, mata, e morre à bala.

Desses crimes, acaba na malha,
a crueza estampada na cara,
e o fim da poesia não se instala...
Que não é fim nem começo; é vala.

 
Autor
ZESILVEIRADOBRASIL
 
Texto
Data
Leituras
182
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
6
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MicaelaFerreira
Publicado: 28/07/2021 11:09  Atualizado: 28/07/2021 11:09
Da casa!
Usuário desde: 22/10/2020
Localidade:
Mensagens: 374
 Re: NÃO DOU A CARA A TAPA
Que rica inspiração. Saudações poéticas!


Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 28/07/2021 13:59  Atualizado: 28/07/2021 13:59
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: Brasileira
Mensagens: 1382
 Re: NÃO DOU A CARA A TAPA
.
Como sempre muito talento.
Um poeta para vários estilos.
Eu lendo saiu um rap.
Colocou na minha voz mais uma canção.


Enviado por Tópico
Yan_Booss
Publicado: 28/07/2021 14:30  Atualizado: 28/07/2021 14:30
Da casa!
Usuário desde: 26/08/2011
Localidade: Brasil-BR (Itinerante)
Mensagens: 408
 Re: NÃO DOU A CARA A TAPA
Chama atenção seu poetar livre e vário.
Neste observei também cadência nos versos. Gostei.
Yan