Poemas : 

Catete - Por Katz

 
O Fogo
Estava no silencio dela
no rigoroso comércio
do seu corpo
no meu quarto de rapaz
solitário
ou no carro
a descer
nossa senhora de Copacabana
e findar talvez nas laranjeiras
em ruas residenciais
mas o que eu desejava sempre
era lev-a-la para a nascente
ali do lavradio
em vez disso
ela queria mesmo era subir o catete!


Chris Fonte Katz


Sou Mundos!


Chris

 
Autor
Katz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
100
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
34 pontos
4
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ZeSilveiraDoBrasil
Publicado: 14/05/2024 13:42  Atualizado: 14/05/2024 16:57
Administrador
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 1951
 Re: Catete - Por Katz
.
.
.
...alto ou baixo meretrício é uma atividade uma atividade envolvente ; poética até... o corpo é uma 'mercadoria' que dependendo do status qualitativo e não deve ser oferecido de qualquer maneira tampouco em qualquer lugar...
Há uma diferença descomunal da boemia de Copacabana para o Catete ao Lavradio... Só o que diz um poema é que não muito diferencia.. tudo no final é poesia!
Prazer te ler...

Meu abraço caRIOca!


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 14/05/2024 23:14  Atualizado: 14/05/2024 23:14
Membro de honra
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 18165
 Re: Catete - Por Katz
Me lembrou tanta coisa, entre elas, que foi uma pena não ter escrito esse. Bjs