https://www.poetris.com/
 
Frases e Pensamentos : 

1. Regra para a ignorância

 
Para que uma história, teoria, tese ou doutrina, seja aceite como verdadeira pelo maior número de pessoas, deve, obrigatoriamente, ser comprovada na prática, pelo menor número de pessoas possível. Isto é regra. A única destas que é absolutamente verdadeira para todos, que não pode ser desmentida, é aquela que pela prática, ninguém pode ou quer comprovar.


Viver é sair para a rua de manhã, aprender a amar e à noite voltar para casa.

 
Autor
silva.d.c
Autor
 
Texto
Data
Leituras
271
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
8
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 02/08/2021 14:19  Atualizado: 02/08/2021 14:19
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: Brasileira
Mensagens: 1382
 Re: 1. Regra para a ignorância
.
O que é a ignorância ?

A ignorância é não saber de certas coisas, posso dizer quê sou bastante ignorante.
Aliás eu gosto daqui porquê me faz pensar em assuntos diversos.

Mas existe algo extremamente racista e chega a embrulhar o estômago e causa uma certa inquietação.
Talvez isso aconteça porquê sou ignorante .

O racismo acontece porquê sou ignorada com diversos argumentos de depreciação.
Aí eu concordo com a "ignorância " de aceitar sem questionar muitos conhecimentos.

Mas os maiores racistas são os " cientistas ," os artistas e pensadores

Enviado por Tópico
ZESILVEIRADOBRASIL
Publicado: 02/08/2021 14:40  Atualizado: 02/08/2021 14:40
Membro de honra
Usuário desde: 22/11/2018
Localidade: RIO - Brasil
Mensagens: 753
 Re: 1. Regra para a ignorância
"Falsas verdades, verdadeiras mentiras, é assim que as pessoas têm vivido ultimamente."
(Tumblr)

...histórias, teorias, teses ou doutrinas duvidosas tem sido fatores de afirmações constantes na firmação de estórias nessa contemporaneidade.
Um abraço caRIOca!

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 02/08/2021 18:11  Atualizado: 02/08/2021 18:11
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade: Luxor (Egito) / काठमाडौं (Nepal)
Mensagens: 1004
 Re: 1. Regra para a ignorância
Fazendo uma analogia com a frase: O que não tem solução solucionado está, observo a pertinência do que dizes: O que não puder ser provado, provado está. Abraços.

Enviado por Tópico
Esqueci
Publicado: 06/08/2021 21:07  Atualizado: 06/08/2021 21:09
Da casa!
Usuário desde: 02/11/2019
Localidade:
Mensagens: 398
 Re: 1. Regra para a ignorância
A verdade de cada um, tem muito que se diga. Na prática só sabe quem a vive.
Gostei, como sempre!
Um abraço amigo :)




Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 07/08/2021 11:29  Atualizado: 07/08/2021 12:00
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1970
 Re: 1. Regra para a ignorância
A ignorância é uma bênção (adoro palavras com dois acentos), como diriam os monoteístas, entre outros.
Essencialmente porque a preguiça é um animalzinho que vive no coração da maioria. Eu sou um preguiçoso nato.

Tudo o que envolva pensamento, implica outra alteração de comportamento, chama-se trabalho. Neste caso mental.
E se o comum dos Homens não se importa de "puxar ferro" para por pão na mesa, depois demite-se dessa coisa dura que é pensar. Que é uma boa forma de encontrar a verdade dentro de si, e não de dizer si(m)a tudo o que emprenha pelos auriculares. Ou ouve.
Não gosto da verdade. Dá-me coceira, ou comichão. Em certas tribos da selva africana a verdade é haver poligamia. Aqui essa verdade não se põe (pelos menos oficialmente, não falo de cornos (existe cornas?)). Um só exemplo, e falamos da mesma época.
Em tempos diferentes, a teoria heliocêntrica deu em prisão (amén).
Sou a favor da verdade no plural. Apenas na linguagem verbal é que digo verdade (é verdades!).
Respeitar as verdades alheias é um caminho de tolerância penoso.
Sou incapaz de aceitar a censura, as ditaduras, o genocídio, e a maldade (menos quando sou eu que cometo), entre outras.
De resto, não há muito a fazer excepto remar contra essas marés que, amiúde, me enojam nem que seja na sua versão sombra.

Gosto de citar Einstein de vez em quando, ele dizia que as únicas coisas infinitas de que tinha conhecimento eram a estupidez humana e o universo, e de que do universo não estava certo.

Gostei deste teu lado descrescente de andar pela prosa nuno.