https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Fuga

 
Tags:  vida    mentira    ninguém    morada    isolamento.  
 
Open in new window
Fuga

Às vezes tenho vontade ir morar
Num local onde não mora ninguém
Onde nem tenha sinal de celular
E que não haja a televisão, também

A presença do noticiário me entristece
Por ver gente querendo se dar bem
Enquanto a mentira ainda prevalece
E a verdade são poucos que a têm

Levar à beira do rio uma vida isolada
Sem ter notícias da terra civilizada
E ficar por lá até o meu último dia

Mas sei que isso não resolve nada
Por isso eu vivo nessa encruzilhada
Pois logo falarão que isso é utopia.

jmd/Maringá, 10.11.21



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
152
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.