https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Filhos de Um Amor Incerto

 
Tags:  morte    desilusão    filho    droga alunos  
 
E tantos eram os sonhos
E o quanto eu te quis feliz
E o quanto te sinto coitado

Sonhos e sonhos traçados
Desígnios, sorridentes
Amanhãs florescentes
Corações abraçados

A vida que corria bem
Teu sorriso de encantar
O bastante para cativar
O brilho do meu olhar

E agora filho meu!
Ai, o mal que pressinto
A rotina dos teus dias
Mais do que ocos vazios
A fé em coisa nenhuma
E essa maldita cocaína
Um presente envenenado
Um idiota te ofereceu
E teu mundo esvaneceu

À droga madrasta
Te tornaste obediente
Eleita para confidente
Ladra do meu doce amor
Perpétua é a minha dor

Filho da droga
Mais dela que meu
Não me ouves não me vês
Sinto, perder-te de vez

De mãos erguidas, te peço
Volta para mim, outra vez
Volta a mim o teu olhar
Volta à vida, ao amor
Ensinar-te-ei a andar
E voltarás a sonhar

(Dedicado a alguns meus alunos)


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2057
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 30/04/2008 22:19  Atualizado: 30/04/2008 22:19
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Filhos de Um Amor Incerto
Um poema que fala duma realidade muito triste, Amiga.

Gostei muito e só espero que este poema seja ficção na tua vida.

Bjs

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/05/2008 03:15  Atualizado: 02/05/2008 03:15
 Re: Filhos de Um Amor Incerto
Um poema que diz a verdade das coisas e assim sendo, causa um choque através das imagens que o levam. Por aqui não é muito diferente, a vida segue e as desgraças vão acontecendo, e que lamentavelmente continuarão a acontecer. Parabéns pelo poema em grande, beijos e saudações de Godi.

Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 06/05/2008 20:58  Atualizado: 06/05/2008 20:58
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: Filhos de Um Amor Incerto
Uma bela construção poética! Espero que seja apenas poesia e não uma realidade...Beijos de carinho, querida poetisa e muita luz, para você!

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 14/05/2008 01:42  Atualizado: 14/05/2008 01:44
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Filhos de Um Amor Incerto
Amiga Juvelina
Escreveste um poema bem realista e que enche os dias de tantos e tantos filhos de mães a quem a droga os roubou.
Conheço bem de perto o sofrimento causado pela vida vazia e sombria que povoa os dias e as noites de quem com eles priva... são desesperos enormes que fazem sa vida um verdadeiro inferno.

Beijo