Poemas : 

O outro lado de abril

 


... e nestas manhãs frescas
de abril
entro num tempo de horas limpas
e no entanto os meus olhos
a gemerem palavras salgadas
atravessadas de silêncios
os meus olhos
num tempo a fugir de mim
cercados de vozes que morrem para além de outras horas
os meus olhos
enterrados na chuva de onde as memórias caem.


 
Autor
idália
Autor
 
Texto
Data
Leituras
132
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 12/04/2024 06:38  Atualizado: 12/04/2024 06:38
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 10532
 Re: O outro lado de abril
Profundo e belo! Que nunca se apague a tua inspiração poética.

Bom fim de semana
bj.