Poemas : 

vo(u)ando sobre campos de edredão

 
.
.

dar.me ao tempo

aos cansaços sossegarem.
um tempo bomba.relógio sem ponteiros
espontanêo em seu pendular
sem recursos desnecessários.

dar.me ao tempo

vouando sobre campos de edredão,
aconchegado às horas triviais
em pensamentos fugazes, multicor
orvalhados pelo insane B.I. de um céu
de sumaúma nocturno,
eternizar queixas singulares
feridas seculares.

dar.me ao tempo

mastigar gagas palavras
interpretar gestos, omissões que me rodeiam
construir castelos de sal, embrulhados em sargaço dos beijos de ontem.

(minha inocência dos versos primeiros
ferventes entre o lume e a panela.)

dar.me ao tempo

já não tenho
nunca tive outros amante senão o tempo
já não me dou
senão o tempo que nunca me dei

adivinhava.o bruxuleio
em banho.maria


" An ye harm none, do what ye will "

 
Autor
HorrorisCausa
 
Texto
Data
Leituras
138
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
25 pontos
3
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 15/05/2024 15:44  Atualizado: 15/05/2024 15:44
Membro de honra
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 3121
 Re: vo(u)ando sobre campos de edredão p/ HorrorisCausa
As palavras teimam em perder-se no sentido para se encontrarem mais à frente, a ver qual de todas chega primeiro ao destino incerto do fim, por isso amas o tempo, aquele que nunca acaba, o olhar intemporal, cada segundo. Quanto a essas palavras... é isso, preferível mastigá-las gagas que todas num só em que criam um texto pastoso e sonolento... gagas sim, entranham-se melhor.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 16/05/2024 00:09  Atualizado: 16/05/2024 00:09
Membro de honra
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 18165
 Re: vo(u)ando sobre campos de edredão
Senti que o tempo me leva para dentro do meu ser, sem qualquer mediação e sem nenhuma perigo, porque a palavra, por exemplo, é perigosa: pode nos deixar perplexos. Quando misturada com talento e arte, avança, vai além. É o caso desse poema e da sensibilidade que desperta. Bjs

Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 16/05/2024 21:11  Atualizado: 17/05/2024 11:13
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1938
 Re: vo(u)ando sobre campos de edredão
Olá HC

Vo (u) ando sobre campos de edredão
Entre nuvens macias, um belo espaço
Em desejos suaves, nasce a canção
Do mundo de sonhos, e de seu abraço!

O tempo não deve ter pressa, nem dos sonhos a preocupação. Apenas o sentimento de se estar em harmonia com o universo, de fluir com a energia que permeia todas as coisas. E, assim, voando sobre campos de edredão onde se encontra refúgio para a alma cansada. Um lugar onde se possa ser verdadeiramente livre!

O fio condutor do poema leva-nos ao tempo. Tempo esse que nunca conta connosco, nós é que contamos com ele!

Cordiais saudações

Alpha