Poemas : 

versos turvos

 
Tags:  saudade    esperança    sonho    memória    urdidura  
 
num tempo sem idade
no meu peito nasciam brancas
madressilvas
agora, submersa até ao esquecimento
sinto os arremedos do desalento

nos versos turvos que escrevo
sinto a urdidura da vida que foi dura,
e que a memória não deixa esquecer
é dor da saudade que amanhece
é o corpo que estremece
horizonte pleno onde volto a nascer

falta-me tudo o que ainda não amei
e os sonhos que aguardei
cada palavra um pássaro que voa
dentro de mim um coração a lastimar
a hora a passar, e não há saudade
que não doa!

o pensamento gira nas lembranças
minha alma submerge e se extravia
escrevo e novamente, as esperanças
trazem a luz da aurora ao meu dia.

natalia nuno


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
438
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
8
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alpha
Publicado: 23/05/2024 17:27  Atualizado: 23/05/2024 17:27
Membro de honra
Usuário desde: 14/04/2015
Localidade:
Mensagens: 1971
 Re: versos turvos
Olá Natália

Nos versos turvos de sonhos vagos
Desliza a sombra no meio do vento
Sombrios são dores em tristes afagos
Onde no peito habita, o desalento!

Mas as esperanças sobrepõe-se aos desalentos, e são elas que adornam e iluminam os caminhos a percorrer!

Tudo de bom.

Beijinho


Enviado por Tópico
Egéria
Publicado: 24/05/2024 13:09  Atualizado: 24/05/2024 13:09
Usuário desde: 28/09/2009
Localidade:
Mensagens: 923
 Re: versos turvos
Olá, como sempre favorito...
Bela poesia...!!
Beijinhos


Enviado por Tópico
Aline Lima
Publicado: 27/05/2024 23:46  Atualizado: 27/05/2024 23:46
Usuário desde: 02/04/2012
Localidade: Brasília- Brasil
Mensagens: 649
 Re: versos turvos para Rosafogo
Querida, Natalia.

Li seu poema com grande emoção. Sua escrita é comovente, capturando a complexa gama de sentimentos que acompanham a saudade, a perda e a busca por esperança.
As imagens de "madressilvas brancas", "versos turvos", "horizonte pleno" e "pássaro que voa" são tão poderosas que me transportaram para o seu mundo de memórias e emoções.
A sua honestidade e vulnerabilidade me tocaram profundamente. Você não se esquiva de explorar as partes mais sombrias, mas também encontra beleza e esperança. Essa dualidade é o que torna o seu poema tão poderoso e comovente.
Parabéns pela inspiração.
Com a admiração de sempre.
Beijinhos.
Aline


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 29/05/2024 23:48  Atualizado: 29/05/2024 23:48
Membro de honra
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 18297
 Re: versos turvos
Também temos saudades do que não houve. As janelas vão arrastando o vento por todos os cômodos de dentro. Assim são seus versos. Atravessam. Beijo flor