https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

MADALENA

 
Para a Ana Paula

Deste-me a morada
a meio da tempestade
vieste por entre os duendes
ao lugar da trip

Imaculada
levantaste-me do túmulo
e levaste-me pela mão de Deus
para fora dos bares
e dos artifícios do demo
das cassetes pirateadas
das notícias do templo
beijaste-me a outra face
e amaste-me.

A. Pedro Ribeiro, in "Saloon" (EDições Mortas, 2007)




 
Autor
pedroribeiro
 
Texto
Data
Leituras
1640
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Filipe Ferreira
Publicado: 13/03/2007 15:57  Atualizado: 13/03/2007 15:57
Colaborador
Usuário desde: 08/10/2006
Localidade: Lavra-Matosinhos
Mensagens: 1047
 Re: MADALENA
Bonita dedicação a alguem que lhe marcou...
seja bem vindo a lusos.poemas poeta!!