https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Procura-se

 
Tags:  pobreza    Capitalismo    Injustiças  
 


Andarei pelos campos a caminhar
Com uma grande lanterna na mão
Até que possa um dia encontrar
Alguém que haja dentro da razão

Neste mundo de tanta injustiça
Sei que muitos buscam a verdade
Mas não sabem um terço da missa
Esta é a nossa triste realidade

Uns protegem somente o capital
Este é o mal do nosso capitalismo
Que deixa o povo cair no abismo

Os nossos tribunais só condenam
Os ladrões que roubam os tostões
Mas libertam quem desvia bilhões.

jmd-Maringá, 10.09.08


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
630
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
fcoferreira
Publicado: 11/09/2008 01:41  Atualizado: 11/09/2008 01:41
Da casa!
Usuário desde: 06/07/2008
Localidade: Joao Pessoa
Mensagens: 339
 Re: Procura-se
Além de ser muito bom seu poema, ele é muito reflexivo, relata o contexto mundial de toda a historia da terra, a injustiça e a ganancia que sempre assolou aos fracos e protegeu aos fortes.

Parabens poeta,

Belo soneto!


Francisco Ferreira

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 11/09/2008 03:25  Atualizado: 11/09/2008 03:25
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14968
 Re: Procura-se P/ João Marino Delize
QUERIDO AMIGO POETA

SE TODOS OS QUE ROUBAM BILHÕES
FOSSEM PRESOS HAVERIA DE FALTAR
PRISÕES, POIS NESTE MUNDO O QUE
MAIS SE VÊ É O CAPITALISMO EM AÇÃO

PARABÉNS PELO BELO SONETO QUE NOS LEVA
A REFLEXÃO

BEIJINHOS NO CORAÇÃO

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 11/09/2008 03:48  Atualizado: 11/09/2008 03:48
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 3389
 Re: Procura-se
Olá João!

Poema que trata do social, onde a justiça trabalha sempre a favor dos poderosos, e os pobres estão desprotegidos e desassistidos, infelizmente vivemos num país de muita corrupção, e não há punição justa para aquele ladrão poderoso!

Bjs

Fhatima