https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

alvo

 
um alvo nas mãos desertas o frio
faz lugar é nómada a vontade de ficar fazer
desenhos com fumo acender a noite ou morrer outra vez
hei de te devolver a seta mas deixa-te ficar aí
gosto da proximidade essa distância que nos junta
ao fumo que desaparece

 
Autor
anareis
Autor
 
Texto
Data
Leituras
574
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Bruno Sousa Villar
Publicado: 07/10/2008 18:55  Atualizado: 07/10/2008 18:55
Super Participativo
Usuário desde: 09/03/2007
Localidade:
Mensagens: 122
 Re: alvo
Gostei muito, sobretudo pelo encadeamento de ideias
e sentidos, fotograma a fotograma,como se fosse uma
curta-metragem (das boas).


Enviado por Tópico
Norberto Lopes
Publicado: 07/10/2008 19:07  Atualizado: 07/10/2008 19:07
Colaborador
Usuário desde: 15/03/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 970
 Re: alvo
Isto tem ar de poesia!
promete...
e' so' acompanhar para nao se perder de vista