https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Caminhoneiro

 
Tags:  noite    caminhão    transporte  
 
Open in new window


Caminhoneiro

Já faz muito tempo que vive na estrada
Tem um caminhão de quinze toneladas
Cruzando o país desde o sul ao norte
Em sua cabine, embaixo da almofada
Carrega ferramentas a ser utilizadas
E continua a vida fazendo transporte

Se a estrada é de terra pra não deslizar
Coloca correntes nos pneus para rodar
E também leva um enxadão para cavar
Na hora que o caminhão chegar a atolar
Fazer uma estiva sem muito demorar
E com uma reduzida ele sai do lugar

Só viaja à noite, esta é a sua sina
Tem quatro faróis pra cortar neblina
Se chover demais, abaixa as cortinas
Viaja direto do Rio até em Londrina
Vai de Blumenau, em Santa Catarina
Até Belo Horizonte, capital de Minas

Ele faz transportes, seja de onde for
Já cortou direto do Rio a Salvador
E lá de Manaus traz muita madeira
Para Paranaguá, transporta cereais
Carrega em Rio Verde, terra de Goiás
Sinal de Progresso da nossa bandeira.


jmd/Maringá, 22.11.08


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
14462
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.