https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Surrealistas : 

O enigma que deixou o Cosmos com os pés de fora

 
Tags:  poema    surrealista    COSMOS    enigma    adivinha    coisa  
 
Qual é a coisa, qual é,
Que antes de existir já cessou,
Antes de morrer já existiu
E vive nas almas materializadoras?

Qual é a coisa, qual é ela,
Que se concretizou em nada,
Em palavras desaparecidas,
Em aparições divinas de vazio?

Qual foi a coisa, qual foi ela,
Que de tão linda que foi chorou,
Que de tão curta que foi se eternizou,
Que de tão enigmática que foi se disfarçou?

Qual a importância, qual é ela,
Para o Cosmos infinito e lilás,
Deste enigma com solução?

Quantos rituais se farão,
Quantas rezas se rezarão,
Quantos desesperos por causa
Deste enigma com solução?

Divulgue-se o enigma
Que deixou o Cosmos
Com os pés fora da cama...

Virá o equilíbrio pesado,
Na palavra do mensageiro
Sem voz, e escrita curiosa.

 
Autor
AntonioCarvalho
 
Texto
Data
Leituras
580
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.