https://www.poetris.com/

 
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 19 »
Offline
cavenatti
Cortinas cerradas!
dou-me à dúvida, o silêncio!... as luas da minha infância, não me acolhem mais... vasculho à ...
Enviado por cavenatti
em 13/11/2016 20:57:37
Offline
cavenatti
Sei que sei!
sei que sei, acredito, saudades, quantas lembranças, em poesia, o teu batom relembro, no guard...
Enviado por cavenatti
em 13/11/2016 20:36:36
Offline
cavenatti
Chave de fenda para parafusar umbigo.
PRECISO RECISO ECISO CISO ISO SO O O SO ISO CISO ECISO RECISO PRECISO!?... -...
Enviado por cavenatti
em 24/10/2016 16:01:32
Offline
cavenatti
TUDO.
abro a boca para o dentista, para a moça bonita, para o mosquito entrar... desfilo na praia de s...
Enviado por cavenatti
em 23/10/2016 04:12:00
Offline
cavenatti
À moda...
à moda é: (???) ser careca, de barba longa... reunir a família em niver e velório... rememorar,...
Enviado por cavenatti
em 23/10/2016 03:40:11
Offline
cavenatti
Surf.
quero: me safar dos caranguejos irados, surfar na água doce do box, em tua companhia... que os b...
Enviado por cavenatti
em 22/10/2016 17:18:33
Offline
cavenatti
Palavras avulsas.
na ousadia do discurso prossegui sem medo sem posses nunca fui barrado por meu cabelo black pow...
Enviado por cavenatti
em 17/10/2016 01:12:53
Offline
cavenatti
Sou!
rua do Comércio, casas assobradadas, sacadas multicoloridas, antiga (cidade) história de amor.....
Enviado por cavenatti
em 15/10/2016 22:12:52
Offline
cavenatti
Abismo.
eu filtro as minhas lembranças, eu fito as minhas memórias, em penitência... eu me submeto às ...
Enviado por cavenatti
em 07/10/2016 23:42:47
Offline
cavenatti
Em desespero.
penetro, raivosamente, no segredo das palavras, confisco do dicionário, sentimentos... seus olho...
Enviado por cavenatti
em 02/10/2016 00:02:16
Offline
cavenatti
Entendimento.
a luz amarelada (do cair da tarde) adentra o quarto, sem permissão, finge tingir as paredes, acom...
Enviado por cavenatti
em 30/09/2016 12:52:11
Offline
cavenatti
Reentrância.
contorno com os dedos os lóbulos da orelha, caminho as mãos na maciez da pele, tateio os mamilos....
Enviado por cavenatti
em 22/09/2016 02:16:49
Offline
cavenatti
BECO.
paredes sujas, melancólico, solitário, pelo Beco, eu passava todo "santo" dia... semp...
Enviado por cavenatti
em 12/09/2016 02:28:24
Offline
cavenatti
É tarde.
Não é a tarde que me espera, nem a noite que me ronda, sim, a ilusão dos passos, (onde tudo se oc...
Enviado por cavenatti
em 05/09/2016 02:22:37
Offline
cavenatti
Entendo de sonhos!
Roupas maltrapilhas, sandálias surradas, (quando as tinha)... a pobreza era tão grande quanto os...
Enviado por cavenatti
em 15/08/2016 00:55:35
Offline
cavenatti
Pai.
Ele sabe a minha história, meus erros, pavores noturnos, minhas dúvidas. Ele conhece as minhas ...
Enviado por cavenatti
em 12/08/2016 20:03:11
Offline
cavenatti
No meio do nada.
as pedras se entulham na cidade-muda, em habitáculos, celas... há janelas cerradas nas ruas do ...
Enviado por cavenatti
em 06/08/2016 12:37:16
Offline
cavenatti
Liberdade.
amarrei a noite, a laço, no lombo de um cavalo brabo, abri a porteira da estrebaria, o vendaval...
Enviado por cavenatti
em 05/08/2016 19:33:56
Offline
cavenatti
Letras e palavras.
com letras e palavras folhas de papel dão razão à (in)sanidade dos poetas! na subversão do silê...
Enviado por cavenatti
em 04/08/2016 12:29:16
Offline
cavenatti
Algo de mim.
o dia de inverno pari suas horas remoídas, seu confinamento, destroços, dores, rugas, renúncia,...
Enviado por cavenatti
em 28/07/2016 16:11:20
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 19 »