https://www.poetris.com/

 
« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 9 »
Offline
umero
Escrever
Somente a partir do momento em que decidi que eu seria absolutamente livre para escrever qua...
Enviado por umero
em 03/02/2011 11:56:49
Offline
umero
O diabo
com a tinta preta você pega o pincel e desenha o capeta com a tinta branca você pega o pincel e ...
Enviado por umero
em 02/02/2011 00:33:56
Offline
umero
Lápide Possível
não sou fiel aos senhores de meu tempo mas à temporalidade de meu exemplo
Enviado por umero
em 05/12/2010 01:02:48
Offline
umero
Amar sozinho
mas o amor é nada sem a descrença o amor encontrou em mim o fogo da descrença e o incêndio do nada
Enviado por umero
em 03/12/2010 03:15:44
Offline
umero
Os baldes de turbulência
na terra dos idiotas carregarei baldes de turbulência para dar de beber aos cavalos dos guerrei...
Enviado por umero
em 03/12/2010 03:11:06
Offline
umero
Teologia da representação
a representação indemonstra deus é a coisa em si o traduzir é coisa monstra
Enviado por umero
em 01/12/2010 11:28:19
Offline
umero
Alegria
a minha alegria rachou o asfalto de tão pesada
Enviado por umero
em 01/12/2010 11:16:26
Offline
umero
Todas as dúvidas do mundo à serviço do mal
eu, Satã, criei a escuridão no chiqueiro de vossas dúvidas com milho e luz
Enviado por umero
em 29/11/2010 00:52:21
Offline
umero
Memórias do apocalipse
o apocalipse faz cócegas
Enviado por umero
em 26/11/2010 22:49:14
Offline
umero
Aula de sismografia
os fósseis se coçando ocorre um terremoto
Enviado por umero
em 21/11/2010 21:20:46
Offline
umero
O meu beija-flor predileto
beija-flores circundam polvos corcundas polinizando tentáculos
Enviado por umero
em 19/11/2010 15:33:17
Offline
umero
Sincretismo zoofísico
baleias-relógio usam ponteiros como barbatanas e números como guelras
Enviado por umero
em 19/11/2010 15:32:58
Offline
umero
África
eu não sou de carne eu não tenho centro eu não tenho charme eu não tenho cerne minha constituiçã...
Enviado por umero
em 18/11/2010 16:52:28
Offline
umero
Verticalidade do ato de chorar
se uma lagriminha mínima minha cai no chão, ‘ _____ eu dou um pulo  atrás e saio nadan...
Enviado por umero
em 17/11/2010 18:42:48
Offline
umero
Surrealismo de Revolta ou momentos de solidão no lar paranóico
eu sopro os móveis da casa para longe de mim e nas paredes descubro um chão onde dormir dobro a ...
Enviado por umero
em 17/11/2010 18:39:08
Offline
umero
Aracnopatia
aranhas flutuam na alma construindo teias em sentimentos velhos
Enviado por umero
em 15/11/2010 13:02:32
Offline
umero
Cervejas encapeladas
cervejas fazendo com as paixões o que o mais terrível dos mares faz com os náufragos
Enviado por umero
em 13/11/2010 16:32:48
Offline
umero
Pó-ema da cocaína
Pó pô o Pó ? Pó pô, pô !
Enviado por umero
em 06/11/2010 15:58:29
Offline
umero
O poder da literatura
o terremoto na ponta das canetas devasta as cidades avenidas e arranha-céus nas letras
Enviado por umero
em 02/11/2010 22:11:41
Offline
umero
Chuva de cavalos
os cavalos batiam nas quinas dos telhados alavancavam as telhas batiam no chão espatifavam parec...
Enviado por umero
em 16/10/2010 16:34:50
« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 9 »