https://www.poetris.com/

 
« 1 2 3 (4) 5 6 »
Offline
AnaMariaOliveira
Beijo de liberdade
Almejas tanto ser dilecto mas nem te apercebes Queres apadrinhar tudo e todos mas não te dás co...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 15/07/2008 13:50:39
Offline
AnaMariaOliveira
Saudades do teu abraço
Os meus passos deslizam no areal da praia imensa Alteio as asas do pensamento Em direcção ao cé...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 14/07/2008 14:40:55
Offline
AnaMariaOliveira
Silêncio e paz
Nestes tempos que sucedem anseio silêncio Necessito agora de quietação Não quero saber de senten...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 12/07/2008 10:43:01
Offline
AnaMariaOliveira
Se um dia...Mulher!
Se um dia te disserem que te querem Confia na verdade do carácter Mas se acaso te cegarem Defend...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 11/07/2008 00:56:41
Offline
AnaMariaOliveira
Perdão
Tenho de te pedir perdão! Dizes-me tu suspirando Como se quisesses aliviar a tua consciência De...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 10/07/2008 07:34:54
Offline
AnaMariaOliveira
Repousa no meu ombro
Quem me dera que tivesse um castelo Só para que te pudesse aplacar na tua cruz Poder abraçar-te ...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 09/07/2008 12:25:37
Offline
AnaMariaOliveira
Casa assombrada
Entrem que vão gostar! Homens sem braços seres aterradores Esqueletos, vampiros, cobras e horro...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 08/07/2008 08:53:26
Offline
AnaMariaOliveira
Loucura
Diz-me que enlouqueci Diz-me que já não me controlo E que perdi o rumo Ah loucura! Bem que eu qu...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 07/07/2008 08:07:19
Offline
AnaMariaOliveira
Sobreviver
Fiz da mágoa das noites a exultação dos dias Construí castelos inabaláveis em lamaçais de desgos...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 06/07/2008 11:48:13
Offline
AnaMariaOliveira
Quem és?
Vagueias no mundo há tanto tempo quanto eu Vejo-te embrenhado em telas e pincéis Em criatividade...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 05/07/2008 09:03:05
Offline
AnaMariaOliveira
Roda gigante
No estrépito consumado agitação do recinto de feira Entre odores de estímulos gastronómicos Suo...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 04/07/2008 09:45:45
Offline
AnaMariaOliveira
Fantasias
Permaneces, igual a ti próprio Na rapidez dos gestos Em jogos anímicos de provocação Diversão psi...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 03/07/2008 18:45:22
Offline
AnaMariaOliveira
Sinal
Regressaste mesmo na impossibilidade adivinhada Antevejo-me de novo nos teus braços Em tremura l...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 02/07/2008 07:57:06
Offline
AnaMariaOliveira
Procuro-me
Procuro-me e não me encontro! Fiquei algures olvidada no tempo Num espaço partilhado outrora em...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 02/07/2008 03:13:18
Offline
AnaMariaOliveira
Fluir
Nascer, brotar! Deixar fluir num desabrochar sem temor Intrépida germinação, qual sorte Quem dir...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 01/07/2008 10:06:32
Offline
AnaMariaOliveira
Memórias
Chove na inconstância dos dias Como os fios embaraçados do meu pensamento Qual escrita emaranha...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 01/07/2008 10:05:11
Offline
AnaMariaOliveira
Fuga
Apetece-me num anelo fugir para longe Desta vez não espero por ninguém Não quero saber de malas ...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 30/06/2008 09:29:10
Offline
AnaMariaOliveira
Serenidade
Deixa -me cavaquear com o mundo Deixa-me rumorejar para a gente anónima O que tenho para dizer ...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 30/06/2008 09:26:53
Offline
AnaMariaOliveira
Sinais da praia
O branco da espuma invade-me os passos O azul das ondas conquista-me a alma Em convexos serpente...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 29/06/2008 10:01:08
Offline
AnaMariaOliveira
Sufoco
Sufoco! Na poeira do caminho Na estrada longa da vida Nas conversas em desmazelo Em negligências...
Enviado por AnaMariaOliveira
em 29/06/2008 09:42:54
« 1 2 3 (4) 5 6 »