https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Offline
GabrielaSal
Delírio
Delírio Se você pudesse ver você,como eu o vejo esse mar de ternura derramando de meus olho...
Enviado por GabrielaSal
em 18/10/2016 16:02:05
Offline
GabrielaSal
Exórdio
Exórdio com letras firmes foi traçado o rascunho entre noites de insônia profundas tragadas ...
Enviado por GabrielaSal
em 13/10/2016 19:06:26
Offline
GabrielaSal
Infidelidade
Infidelidade pulou o muro alto as meias ainda na mão olhou dos lados o sereno molhava o rosto...
Enviado por GabrielaSal
em 28/09/2016 02:52:15
Offline
GabrielaSal
Nosso amor é coisa de para sempre
Nosso amor é coisa de para sempre Nosso amor é coisa de para sempre. Que se fechem portas, que s...
Enviado por GabrielaSal
em 18/09/2016 23:26:27
Offline
GabrielaSal
Nua
Nua nua de vontades vazia de sentimentos como uma casca fina uma folha a voar ao sabor do vento...
Enviado por GabrielaSal
em 14/09/2016 03:25:25
Offline
GabrielaSal
Engasgo
Engasgo As palavras não cabem na minha boca, nem no meu peito. Enroscam-se nos sentidos, como se...
Enviado por GabrielaSal
em 11/09/2016 00:55:14
Offline
GabrielaSal
Bailarina
Bailarina Marcou-me aquele instante. Como se algo tivesse tatuado minha pele num para sempre. ...
Enviado por GabrielaSal
em 09/09/2016 01:19:30
Offline
GabrielaSal
Em seus a(braços)
Em seus a(braços) Quero seus braços enlaçados em meu corpo, assim, pele com pele, matando essa s...
Enviado por GabrielaSal
em 02/09/2016 03:28:02
Offline
GabrielaSal
Em silêncio
Suas mãos mornas sensíveis, procurando caminhos em meu corpo, arrepiando todos meus sentidos. E s...
Enviado por GabrielaSal
em 25/08/2016 21:30:19
Offline
GabrielaSal
Do chiclete à solidão
Quando estou ansiosa mastigo chicletes. Aqueles coloridos. Fazendo isso, sinto-me irreverente, ...
Enviado por GabrielaSal
em 04/08/2016 03:48:48
Offline
GabrielaSal
A (minha) poesia de cada dia
A (minha) poesia de toda vida a poesia de toda vida esteve por tempos contida nos vãos pequenos ...
Enviado por GabrielaSal
em 01/08/2016 11:07:56
Offline
GabrielaSal
Inevitável
Inevitável Meu coração batia tanto... a emoção tão em alta! Negar aquele sentimento e fazê-lo mu...
Enviado por GabrielaSal
em 29/07/2016 16:14:55
Offline
GabrielaSal
De mansinho
De mansinho Foi quase imperceptível quando aquele brilho no ar envolveu-me como uma aura e num ...
Enviado por GabrielaSal
em 27/07/2016 15:35:45
Offline
GabrielaSal
Inevitável
A vida é inevitável. Não adianta querer escapar pelos cantos do destino. Não existe uma porta p...
Enviado por GabrielaSal
em 21/07/2016 19:42:50
Offline
GabrielaSal
no silêncio libidinoso da mímica de nós dois
Quero beijá-lo agora. Observo você falando, como num filme mudo, sem ouvir sua voz. Mas apenas os...
Enviado por GabrielaSal
em 19/07/2016 04:27:04
Offline
GabrielaSal
Surto
Surto Foi um gesto desmedido, , espontâneo, súbito, impensado. Um olhar despercebido que atraves...
Enviado por GabrielaSal
em 17/07/2016 21:14:25
Offline
GabrielaSal
Vício
Vício Atirar-se de braços abertos, em um voo pleno e não calculado naquele fundo precipício e...
Enviado por GabrielaSal
em 17/07/2016 01:44:31
Offline
GabrielaSal
Cerejas vermelhas maduras
Hoje comprei cerejas. Aquelas que faziam parte de nossas noites de bacanal. Trazem-me lembranças...
Enviado por GabrielaSal
em 14/07/2016 15:34:35
Offline
GabrielaSal
Niilista
Podia-se ver somente os olhos no negro buraco da noite.  Sentimento fleumático de liberdade plen...
Enviado por GabrielaSal
em 11/07/2016 21:00:44
Offline
GabrielaSal
Brasil do ponto de vista de Olivier Teboul
Estou postando este texto, pois achei muito interessante, e ri muito. Enxerguei-me em muitas dess...
Enviado por GabrielaSal
em 08/05/2013 02:13:00
(1) 2 »