https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de ValdomiroPoeta

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de ValdomiroPoeta

MINHA VIDA EM SUAS MÃOS

 
Minha vida em suas mãos

Somente você, para preencher
O vazio que havia no meu coração
Afirma que eu fiz por merecer
Se hoje sou sua eterna paixão

Se hoje sou sua eterna paixão
Afirma que eu fiz por merecer
O vazio que havia no meu coração
Somente você, para preencher

Minha vida, em suas mãos
Ganhou o valor que merecia
Juro musa, que a nossa união
Era tudo que eu mais queria

Era tudo que eu mais queria
Juro musa, que a nossa união
Ganhou o valor que merecia
Minha vida, em suas mãos

Somente você, para preencher

Valdomiro Da Costa 28/01/2016



Vaivém Nunix estilo poético criado pelo poeta (Christiano Nunes)
 
MINHA VIDA EM SUAS MÃOS

FEROZ VENTANIA

 
Feroz ventania


Hoje a inspiração quer falar de mim
Quer saber como anda a minha vida
Sinceramente não sei se estou afim
Mas pode ser que ela me dê guarida

Quando o coração quer desabafar
Não há dúvidas que sente inquietação
Do nada ele começa a versejar
Originando uma poética criação

No meu aposento eu sonho
Busco mudar o rumo, a trajetória.
Para ir ao encontro da vitória.

Tão almejada no meu dia a dia
Mesmo encarando feroz ventania
Ao seguir em frente me recomponho
 
FEROZ VENTANIA

MEIGUICE

 
Meiguice

A meiguice no olhar, de uma pessoa
Nos cativa, cada vez um pouco mais
E assim à medida que o tempo voa
Consegue nos livrar dos tristes ais

Terna paz, que nos acalma numa boa
Têm o poder de cessar, os temporais
A meiguice no olhar, de uma pessoa
Nos cativa, cada vez pouco um mais

Fraterno amor que chega não destoa
Com predicativos, sublimes essências
Seu efeito é benéfico, jamais escoa
Por ser porto, guarida, divino cais
A meiguice no olhar, de uma pessoa

Valdomiro Da Costa 08/10/2017
 
MEIGUICE

LAVOURA DO AMOR

 
Na lavoura do amor
Colhi beijos e abraços
Eu não cultivo desamor
Com paixão tudo faço

Com paixão tudo faço
Eu não cultivo desamor
Colhi beijos e abraços
Na lavoura do amor

Jamais falta erotismo
Entre eu e a musa flor
Nessa safra o romantismo
Me fez dela agricultor

Me fez dela agricultor
Nessa safra o romantismo
Entre eu e a musa flor
Jamais falta erotismo

Na lavoura do amor


Valdomiro Da Costa 01/07/2015



Vaivém Nunix poema criado pelo poeta e amigo (Christiano Nunes)
 
LAVOURA DO AMOR

A FELICIDADE NUA E CRUA

 
A felicidade nua e crua

A primavera nos brinda
É o encanto que nos faz bem
Eu sei quero mais ainda
Gozar da paz que ela tem

A natureza nos realiza
Seu amor vai muito além
Ela sempre nos hipnotiza
É a magia que contém

É a essência da paixão
Que arrebata o coração
Que declamas pela rua

Dos sonhos é a ritmista
A inspiração dos artistas
A felicidade nua e crua
 
A FELICIDADE NUA E CRUA

O CASAL

 
O casal

Pra que tirar quem ama do coração
Cometer com si próprio, inaceitável suicídio
Da vazão uma dissonante, desilusão
Que faz da solidão, seu subsídio

A vida a dois é poema em construção
Que deve ser lapidada com amor e carinho
Para que não fique a mercê, da decepção
De uma horripilante chaga de espinho

O casal deve ser o sol, que brilha
Para não se tornar refém, prisioneiro
Do desamor que lhe faz derradeiro

Que o impeça que percorra a trilha
Do amor, que respeita as diferenças
Que jurou amar, na saúde e na doença


Valdomiro Da Costa 01/10/2017
 
O CASAL

PINTA E BORDA

 
Pinta e borda

Dentro do nosso coração
A saudade, pinta e borda
Ela da à luz, a recordação
Que todo dia nos aborda

Sempre alimenta a nostalgia
Que há nos versos, do menestrel
Cumpre bem o seu papel
De se tornar a melancolia

A nuance que não se esquece
Sentimento que nos entristece
Por nos faltar a presença

Do ser amado, ente querido
Que por nós não será esquecido
Porque amar, é a nossa crença

Valdomiro Da Costa 24/11/2017
 
PINTA E BORDA

HARMONIA

 
Harmonia

Vivo cantando com exímia alegria
Para os males da vida, tentar esquecer
encaro a lida com uma terna harmonia
Agradecendo a Deus, ao amanhecer

Supero as barreiras com esperança
Por ser um menino, poeta sonhador
Que não desistiu manteve a confiança
No Cristo Jesus, em Deus Criador

Componho poemas, com carinho
Que alcem vôos feitos passarinhos
Para pousarem na mais bela estação

Aonde o amor acarinha a gente
A vida humana semeia as sementes
Da paz, necessária para o coração

Valdomiro Da Costa 16/02/2017
 
HARMONIA

O ESCRITOR

 
O escritor

O livro é a criatura
O escritor seu criador
É assim a literatura
Que nos abraça com amor

Quando vejo uma criança
Com um livro se envolver
Fico certo que a esperança
Jamais irá morrer

Parabéns a todos os poetas amigos pelo dia do escritor
 
O ESCRITOR

QUERIDA

 
Amor maior
É o de Deus
Mas não é pequeno
O meu e o seu

O de Deus nos abençoa
Nos ensina a viver
Numa boa
Também faz feliz
Todo o nosso ser

Querida eu amo você!
E o Criador sabe
Que afirmo com sinceridade
Que em mim há muitos entraves
Se dos meus dias se ausentar

Fico sem saber
Direcionar na verdade
A dádiva, a vida
Que Ele me dá


Valdomiro Da Costa17/02/2013
 
QUERIDA

PAR PERFEITO

 
Par perfeito

O desafio em vida, de juntos viver
Deve ser encarado com amor, e respeito
Musa, digo que me preparei para você
Sabedor que tu és o meu par perfeito

E assim Deus abençoou nossa união
Porque tudo se dá no seu divino tempo
Para alegria, do meu e do teu coração
Resolvemos em paz, os contratempos

Juro que nada, irá nos separar
Pela vida obstáculos vamos superar
Porque o amor, diante da dificuldade

Não sucumbe é exímio, vencedor
Por ser um sentimento, inspirador
Nos guia sempre, pela eternidade

Valdomiro Da Costa 07/09/2017
 
PAR PERFEITO

ASTRO-REI

 
Astro-rei

Sempre que o astro-rei nasce
As inspirações ganham guaridas
É como se ele nos liberasse
Pra realizar projetos de vida

Toda vez que ele se põe
Faz dos crepúsculos poesias
Onde a gente feliz compõe
Belos sonhos com magia

Entre dóceis nuvens brancas
Que ocupam o azul celeste
De uma aurora que reveste

De maneira pura e franca
Com paz, amor e esperança
Nosso viver e os das crianças

Valdomiro da Costa 24/02/2015
 
ASTRO-REI

MEU XODÓ

 
Meu xodó

Sua presença desfez o nó
Que solidão, me deu um dia
Hoje não mais me sinto só
Minha musa eterna poesia

Razão, da minha alegria
Tu és sempre o meu xodó
Sua presença desfez o nó
Que solidão, me deu um dia

Ela de mim, não teve dó
O desamor é a sua iguaria
Quis ser o efeito, dominó
Que me causasse nostalgia
Sua presença desfez o nó

Valdomiro Da Costa 28/11/2017
 
MEU XODÓ

VERSOS DE AMOR

 
Versos de amor é uma viagem
Que o poeta faz dentro de um coração
Para levar a mais linda mensagem

Que freia os anseios da desilusão
É pra quem ama o eterno acalanto
O encontro da vida com a inspiração

A paz nos cobrindo com o seu manto

O amor nos enchendo de satisfação

Valdomiro Da Costa 25/02/2016
 
VERSOS DE AMOR

Phd em alegria

 
PhD em alegria

Nossa paixão, estrela em ascensão
Uma doce, e eterna poesia
Não da chance para desilusão

Por ser ela, PhD em alegria
Tira dez, no quesito amar
Vai evoluindo, com o passar dos dias

Segue inspirando, a luz do luar

Que nas noites, lhe faz companhia

Valdomiro Da Costa 15/06/2015
 
Phd em alegria

O AMOR QUE ME TOMA TODO

 
O amor que me toma todo

Buquês de flores, para quem amo
De coração vivo sempre a ofertar
Poema, poesias em paz declamo

Somente para homenagear
O amor, que me toma todo
Que como ninguém sabe me brindar

Suportar também, passar o rodo

No desamor, que nos faz penar

Valdomiro Da Costa 18/11/2017
 
O AMOR QUE ME TOMA TODO

QUEM DE NÓS DOIS

 
Quem de nós dois

Já percebeu que não damos mais certo?
Que o desamor alcançou a nossa relação
Que um de nós sente que está num deserto
À beira de um colapso, da cruel solidão

Aquele que de nós dois morre a míngua
Que sofre fica sem saber o que fazer da vida
Refém da desilusão, impiedosa íngua
Que tortura machuca deixa sem saída

O coração que não abre mão de salvar
O amor a paixão que juraram sentir no início
Mas, hoje se vê a beira de um precipício

Do fim que está próximo de se confirmar
Para o desespero de quem se encontra na lama
Que apesar de tudo, o outro ainda ama

Valdomiro Da Costa 28/09/2018
 
QUEM DE NÓS DOIS

BILHETINHOS APAIXONADOS

 
Falam que o romantismo é coisa do passado
Mas para isso eu não dou nenhuma atenção
Importante é que com ela eu tenho sonhado
Eu a amo com toda a força do meu coração

Envio buquê de flores, bilhetinhos apaixonados
Porque o amor verdadeiro não permite solidão
Falam que o romantismo é coisa do passado
Mas para isso eu não dou nenhuma atenção

Um jantar a luz de vela hoje a noite está marcado
Preparo a roupa faço a barba com muita emoção
Somos tão felizes e para sempre, eternos namorados
Sou poeta e ao lado dela a vida é poesia e canção
Falam que o romantismo é coisa do passado


Valdomiro Da Costa 15/11/2012[/center]
 
BILHETINHOS APAIXONADOS

PAI E MÃE

 
Sou pai e mãe da minha poesia
Que é do meu coração o expressar
Nem sempre ela será só de alegria
Porque o desamor nos faz chorar

Muitas vezes ela carrega a magia
Da natureza que vive a nos encantar
Sou pai e mãe da minha poesia
Que é do meu coração o expressar

Dela faço sem medo apologia
É o amor que jamais vai se acabar
O seu conteúdo é a eterna sabedoria
De Jesus que veio para nos Salvar
Sou pai e mãe da minha poesia

Valdomiro Da Costa 28/04/2013
 
PAI E MÃE

MÃE ÉS FONTE DE CARINHO

 
Mãe és fonte de carinho
Que afaga o meu coração
Jamais me deixa sozinho
É sublime sua dedicação

Um dia sairei do ninho
Voarei para outra direção
Mãe és fonte de carinho
Que afaga o meu coração

Se as pedras no caminho
For pra mim uma provação
Sei mãe que no seu cantinho
Rogará por minha proteção
Mãe és fonte de carinho

Valdomiro da Costa 07/05/2013
 
MÃE ÉS FONTE DE CARINHO