https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de Poesia_davida

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Poesia_davida

A POESIA DE CADA DIA

 
A cada dia uma poesia:
A contemplação
O som da canção.
Alguma inspiração,
Uma singela oração,
A consciência e a respiração,
A própria vida em pulsão:
A poesia de cada dia.

A cada dia uma poesia,
A luz solar,
O dom de poder despertar,
A companhia do lar,
O condição de sonhar:
A poesia de cada dia.

A cada dia uma poesia:
Sentido da vida,
Poética da existência.
O pão da diária vivência:
A poesia de cada dia.

A cada dia uma poesia:
A poética da luz do dia.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.
 
A POESIA DE CADA DIA

IDEIAS CRISTALIZADAS X SOFISMAS E "VERDADES"

 
Todo ser humano é livre para ter opinião
E ninguém é dono da verdade,
E tão pouco é dono do conhecimento.
É uma faculdade de todos os seres racionais a cognição.
Porém cabe ao sujeito refinar e lapidar ou não os seus padrões de pensamentos.

Há quem ame uma ideologia
E vai ao extremo da direita ou da esquerda,
Fazem de seus ideais a sua filosofia.
Eu mesmo desconfio que toda forma de paixões e extremismos ideológico são "coisas do capeta"!

Mas enfim se tem em mente:
Que todos tem lá seus valores.
Cada indivíduo tem visões de mundo diferente,
A razão dos homens é pintada por várias cores.

Existem aqueles que preferem o conforto das ideias cristalizadas,
Outros tem a mente aberta.
As sofismas e as "verdades" são coisas que por todos deveriam ser consideradas.
Ter autocrítica de suas próprias opiniões é a atitude correta.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.
 
IDEIAS CRISTALIZADAS X SOFISMAS E "VERDADES"

A morte revela talentos

 
..A Morte Revela Talentos

A morte revela talentos,
A vida é uma pintura ou um texto onde o autor deixa a sua assinatura no final.
As pérolas ressurgem com o tempo:
Pois o autor morre mas a obra é imortal!

Oh Van Gogh,
Eras tu artista brilhante.
Mas só depois que tu morres
É que descubriram o valor de teu diamante.

Quantos filósofos e pensadores
eram tidos como ninguém.
Só depois que se forem
Vão reconhecer o seu bem.

Giordano Bruno e Hipátia de Alexandria:
Honraram a sua inteligência como uma arte,
Mas por causa da "santa" perversidade de seus dias
Foram perseguidos e mortos de modo covarde.

Muitos homens e mulheres excepcionais,
Que ninguém consegue enxergar.
Quando seguirem o destino de todos os mortais
Suas obras no baú florescerá.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra
 
A morte revela talentos

Versos de contemplação

 
.A vida é espetacular
Um presente é viver.
Um prazer é contemplar
É da sentido ao que se ver.

Olhe as coisas singelas
Nelas estão a beleza.
Veja que coisas simples são belas,
Garimpe nas coisas simples a pureza.

Belo é a pureza da flor,
Singelo é o céu estrelado.
Viva com amor
Faça um espetáculo das pequenas coisas que estão do seu lado.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.
 
Versos de contemplação

TINHA UMA FLOR NO MONTSERRAT

 
Tinha uma flor no MontSerrat

Lá na terra religiosa
Na serrinha de Saloá
Visitava em outrora
Uma flor de lá

MontSerrat
Na Serrinha da Prata.
No texto eternizaste:
Escrito de minha alma.

A tua flor de outrora
Deixou saudade no coração,
Na poesia agora,
Escondo nas entrelinhas recordação.

MontSerrat terra sagrada,
Tem também um poético valor:
A lembrança guardada
Lembrança de tua flor.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra

Poesia de amor e saudade.
 
TINHA UMA FLOR NO MONTSERRAT

Tua Voz

 
Não sai da lembrança
O som da tua voz.
Sigo minhas andanças
Pensando em nós.

O som de sua voz ficou
Para sempre na memória.
Som que ficou
No hipocampo: registro de um canto de minha história.

Ficou a voz dela,
Dessa musa, indireta poetiza,
Foi ela
Que me fez compor poesia.

Poetiza que não escreve poema
Mas me induziu à escrever.
Meu tema:
Fez poema florescer.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra

Poema de amor
 
Tua Voz

SONETO

 
Escrevendo sonetos
Escrevendo saudade
Nessa produtividade
Expresso versos do peito

Meu peito sente
Quando algo me lembra
Tu vem em minha mente
Em ti cabeça pensa .

Soneto saudade
Saudade no peito.
Agora está tarde

Não tem mais jeito,
Só resta da minha parte
Escrever sonetos.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra

Pelo prazer de compor Sonetos.
 
SONETO

RASGANDO O HORIZONTE

 
Nesta véspera de Natal
Acordei cedo com um suave perfume.
Lembrando de um alguém especial...
Como de costume

Aquele cheiro doce era da florada da jurema
Que está perfumando o ar.
Nesse clima estava pensando na pequena
Que neste dia vai viajar
Adeus Assuncena
Sei que não vai mais voltar ...

Vai sair Rasgando o horizonte
Em um avião veloz.
Só me deixando saudade e recordações de antes
Fiquei aqui pensando em nós!

Termino o meu poema
Com rima de nostalgia
Seja feliz minha pequena,
Teu nome é uma poesia.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra

Foi uma partida dolorosa. Me despedi de alguém que eu amava. Escrevi essa poesia no dia que ela partiu.
No amor perdi a alegria:
Da minha vida ela sumiu.
 
RASGANDO O HORIZONTE

Convivência do lar.

 
.Poema para pensar a convivência no lar

A família é algo especial
Mas que as vezes enfrenta crises.
É preciso prezar pela harmonia como valor essencial,
O equilíbrio o respeito a compreensão reciprocidade o amor são alguns dos nobres bens que existem!

Olhando para aqueles casos de problema familiar
Escrevi este poema:
Como pode ser perdido tanto tempo com intrigas bobas no lar?
Por que desperdiçar tempo se a vida é tão pequena ?

Onde está o amor?
Por que planta a discórdia?
Quem perde colhe a dor
Não volta o tempo perdido de outrora

A neve vai derreter
A lembrança vai ficar
Não espere perder
Para valorizar!

Por que maltratar
Se amanhã pode precisar?

É duro remorso
É implacável o tempo e a consciência moral.
Perdoar e compreender exige esforços
E força espiritual.

Abrace o seu irmão
Não perca tempo por coisas atoa.
Na vida é nobre a ação
Que produz como efeito coisas boas.

Coisa boa é harmonia do lar.
Maravilhoso a compreensão e o perdão
Que Deus possa abençoar
Dando as famílias sabedoria fraternidade e união.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.
 
Convivência do lar.

Mulheres de Bom Conselho

 
..MULHERES DE BOM CONSELHO,

[ Vamos valorizar as damas da nossa Terra, por isso publico novamente este poema.]

AS QUE MOSTRAM FORMOSURA,
AS DAMAS DA RUA.
PELE MACIA, LISA QUE DEMOSTRA DOÇURA:
PELE MORENA OU CLARA COMO A LUA.

EM BOM CONSELHO HÁ MULHER BELA:
NA RUA DESFILA O ENCANTO FEMININO.
DAMAS LINDAS DE MINHA TERRA,
DEIXAM O ESPAÇO BONITO.

JOVENS ATRAENTES PRINCESAS,
FLORES DA MOCIDADE.
GAROTAS QUE ESALAM BELEZA,
MULHERES DE MINHA CIDADE.

EM BOM CONSELHO TEM FLORES:
GAROTAS PARA SE OLHAR.
SÃO “ANJOS INSPIRADORES”,
JOIAS DE ENCANTAR.

MULHERES DA MINHA TERRA,
QUE AS CANTO EM POESIA.
ESCREVO POR TODAS ELAS,
COM ENTUSIASMO E ALEGRIA.

NAS RUAS HÁ ENCANTO,
MULHERES CHAMAM A ATENÇÃO.
É PELAS DAMAS QUE CANTO,
QUE DEDICO ESSA COMPOSIÇÃO.

Escrito por: José Fabio dos Santos Bezerra

Homenagem as mulheres de minha terra.
 
Mulheres de Bom Conselho

Chuva

 
.CHUVA CALMA

Chuva calma a cair
Gotas de vida
Que rega a terra.
Goteiras ouvidas,
Gotas que o vento leva
Gotas que precipitam aqui.

Chuva calma,
Chuva boa.
Traz a água
Que abastece a lagoa.

Nuvens são vapores condensados:
Frutos da evaporação da água do mar
Tem precipitado
Fazendo o solo se molhar.

Chuva calma,
Benção de Deus.
Não faltará à água
Pois o reservatório já encheu.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.
 
Chuva

POEMAS DO OLHAR

 
.POEMA I:
OLHOS VERDES

A cor da minha esperança,
É a cor do teu olhar inspirador.
A cor da minha esperança,
Possui a pureza do amor.

O verde do teu olhar,
Tem um brilho especial.
No qual está a iluminar,
O teu rostinho angelical.

Menina dos olhos verdes,
É colírio para mim.
Essa olhar tão verde,
É lindo enfim.

Verdes lindos olhos,
São poemas para compor.
Lindos verdes olhos,
Escrevo com amor.

Lembra o verde de esperança,
Olhos que são verdes por natureza.
Deixa-me como "criança",
Olhos verdes de beleza.

Esmeraldas esverdeados,
Luz de campos verdejantes.
São romantismo encantados:
Teus olhos verdes brilhantes.

Poema II: PARTE DE MIM QUE SE SOMOU

Teu olhar foi determinante,
Multiplicou minha emoção.
E na mesma proporção
Foi marcante.

Você veio para somar minha felicidade.
E diminuir minha solidão.
Nossas almas tem sinal de igualdade,
Complementamos com razão.

Você é o x valor,
A descoberta da incógnita que faltava.
O que há muito tempo procurava,
Medida perfeita que o destino calculou.

Quero dividir meu sonhar,
Subtrair minha dor.
Você veio para somar,
Parte de mim que se somou.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.

Cantando em versos a beleza do olhar
 
POEMAS DO OLHAR

ABASTECIDOS PELA LUZ DO SOL

 
SOMOS ABASTECIDOS PELA ENERGIA DO SOL

A frase que dar título a este poema
Está longe de ser mero romantismo,
Estudei para ter argumentos para desenvolver este tema:
Uso a linguagem poética para tratar de um fato objetivo!

Harari traz em seu livro uma ideia curiosa
Sobre a dinâmica da energia:
Interessante a energia luminosa
Que alimenta tudo e até dá condições de compor esta poesia:

É incrível a radiação solar:
"Motor" que dirige o clima da Terra
E sustenta a vida!
Existimos por causa da atividade do sol a brilhar!
E nosso alimento que nos sustenta,
O conteúdo que permite que nosso estômago encha:
Tem a química da energia solar convertida!

Graças ao processo de fotossíntese
As plantas e algas convertem a energia do sol em energia química:
Essa conversão é síntese
Para que a energia da nossa Estrela próxima faça funcionar todos os sistemas da vida!

A lógica é simples de se entender:
O sol é a razão da Terra produzir alimentos.
Todos os animais e inclusive o homem para poder viver
Precisa de mantimentos.

Da luz que brilha todos os dias
Uma parte é armazenada nas plantas, nos frutos e nas sementes:
Os animais que se alimentam desses, aproveitam essa energia.
Que será usada pelo metabolismo do ser vivente.

A comida que chega em minha mesa,
E que me fornece energia vital
Vem indiretamente da luz que é o "motor" da natureza:
Energia que me dá potencial.

Além disso, é a radiação
Que faz a água evaporar
E produzindo a precipitação
Tão importante para a terra regar e aos reservatórios de água recarregar.

O sol dirige a Atmosfera,
Define o clima que influencia
Os seres vivos do Planeta!
A luz que chega a Terra
Faz com que a vida floresça!

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.

Nota do poeta: Apesar de a enfase ser a energia do sol, como geógrafo tenho a consciência da complexidade do sistema Terra: além do nosso tão importante sol, existe uma série de fatores que interage de modo sistêmico para que a vida exista e prospere na Terra. Movimentos do Planeta, composição química da Atmosfera, solos, massas de água e configuração dos ecossistemas são exemplo de mecanismo que junto com a vital luz do sol favorecem ao fenômeno da vida. O Harari que citei no poema é o autor do livro: "Uma Breve História da Humanidade Sapiens" a leitura desta obra junto com o conhecimento em ciência geográfica foi essencial para construir este poema. Este texto poético foi projetado para didática, ou seja, ele pode ser usado como recurso em aulas de Geografia e nas aulas de Biologia ou Ciência quando estão abordando a transferência da energia nas cadeias tróficas e fotossíntese das plantas. Esse poema foi planejado para contribuir com o conhecimento.

Poema didático
 
ABASTECIDOS PELA LUZ DO SOL

Significado de Jady

 
.Jady significado

Feito pelo Poeta José Fábio dos Santos Bezerra

Jady um nome pequeno
Jady um nome bonito.
Jady nome pleno:
Jady nome feminino.

Jady significa pedra preciosa ,
Jady de cor esverdeada...
Jady carinhosa
Que no passado foi a minha amada.

Jady um nome pequeno
Jady nome bonito.
Jady nome pleno
Jady nome feminino.

Jady poesia
Sinônimo de Assuncena.
Palavra pequena
Que rimou um dia

Jady que rima com saudade,
Que eu senti essa rima
Saudade de Jady
Que não termina

Dedicado a uma musa inspiradora do passado que deixou saudade.
 
Significado de Jady

Teu Nome é uma Rima

 
O teu nome é poesia
Minha pequena
Amada Açucena.
Aquela que amei um dia.

Jady já vejo Açucena
Um nome na literatura
Aquela Clara morena
Que foi minha musa.

O teu nome é uma rima,
Você é o meu verso
Minha menina,
Meu pequeno universo

Universo pequeno
Carinho e ternura
Amor e doçura
Antes do veneno

O veneno foi o teu adeus
Tua saída de minha vida
Na poesia que foi escrita
Eternizo o amor meu.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.

Poema de amor e saudade.
 
Teu Nome é uma Rima

SERÁ

 
..Meu eterno será:
.SERÁ?

SERÁ QUE A ALMA DE ALGUEM PROCURA A MINHA?
SERÁ QUE EXISTE ALGUÉM QUE DESEJA UNIR OS
SEUS SONHOS COM OS MEUS?
SERÁ QUE A ALMA DE ALGUÉM ESTÁ SOZINHA?
QUEM DESEJA QUE MEU CORAÇÃO COMPLETE O CORAÇÃO SEU?

METADE DE MIM,
MUSA DO MEU CORAÇÃO.
FLOR QUE FALTA EM MEU JARDIM,
VEM EXPULSAR A MINHA SOLIDÃO.

NÃO TE ENCONTREI,
MAS TE QUERO.
DESACREDITEI,
MAS NO FUNDO TE ESPERO.

AH, QUEM ME PROCURA,
ONDE ESTARÁ.
MINHA TERNURA,
PRECISO TE ENCONTRAR.

Autor José Fabio dos Santos Bezerra.

Meu eterno será. Escrito em 2016.
 
SERÁ

VERSOS

 
..Versos

Nesse mundo de representação
Vivo de ideias e pensamentos.
Amadurecendo durante o tempo
Nessa evolução.

Tudo segue fluindo
Coisas acontecendo.
Enquanto vou existindo
Vou ganhando e perdendo.

Nos versos me acho,
Nos versos me abro
Enquanto vou vivendo.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra.

Escrevo versos pensando nos leitores do futuro.

No agora: nos versos me acho.
 
VERSOS

VIVENDO UM AMOR EM 3 MESES

 
O que são três meses?
Pouco tempo de infinitos
De romance vivido
Amor sentido
Sonho tido.

Grandes poetas
Fazem muito do pouco
Porque tem na alma
Criatividade e calma
Produz o todo.

Cada instante é eterno
Cada momento singular.
Se ama antes de chegar o inverno
Vive intensamente antes de acabar.

3 meses para viver um grande amor
3 meses de poesia
3 meses de alegria
Depois disso, o resto é só saudade e dor.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra

"Alguns infinitos são maiores que outros" A Culpa é das Estrelas.

Por viver um pequeno infinito, escrevi este poema.
 
VIVENDO UM AMOR EM 3 MESES

O ELO ENTRE O HOMEM E O MUNDO

 
A PERCEPÇÃO É O ELO ENTRE O HOMEM E O MUNDO.

O que é o mundo?
Se não aquilo que percebo:
Que eu sinto que eu ouço que eu vejo e o que eu toco com meu sentido.

O mundo é uma representação
Na minha percepção:
O mundo é tudo aquilo que posso perceber.

O mundo é minha visão,
A minha sensação
A partir disso há construção
Do conhecimento em meu ser.

A percepção é o elo entre o mundo exterior:
O mundo e a consciência.
A percepção é a ponte entre o homem e o seu próprio interior:
É percebido dentro de si a sua identidade e a sua essência.

Eu percebo e logo existo!
Conteúdo tem o pensamento por perceber.
A memória e todo registro,
Nada mais é que aquilo que foi percebido enquanto viver.

Coleção Poesias Filosóficas. Autor: José Fabio dos Santos Bezerra
 
O ELO ENTRE O HOMEM E O MUNDO

MEDITAÇÕES EM TEMPOS DE PANDEMIA

 
.Meditações em Tempos de Pandemia

I
Aos heróis de branco:
Homens e mulheres da saúde,
Com dedicação estão atuando,
Buscando uma ação que ajude.

Parabéns aos médicos e enfermeiros
Que arriscam as suas vidas
Para salvar vidas,
Deixam o conforto de suas casas e suas famílias
Para que sua missão seja cumprida.

E na guerra contra epidemias e pandemias
Que os profissionais da saúde estão na linha de frente.
Dedicam seus esforços e energia
Para aliviar e tratar de muita gente.

II

A sociedade não podia parar,
Ninguém tinha tempo para nada,
Negócios, trabalhos e viajem a executar:
Típico de sociedade moderna na era globalizada.

Mas algo invisível,
Que infecta as células dos seres vivos
Fez a agitada da moderna dinâmica desacelerar.
Vi parar o que não podia parar.

Vidas e a saúde ficou em risco,
Ameças de severo impacto na economia.
Tinha no ar um clima de perigo:
Tudo isso nos modernos dias.

III

Algo tão pequeno,
De nível microscópico
Foi influente e intenso:
Afetou tudo logo.

O novo Coronavírus
Desencadeou uma série de meditações.
Nem o poeta esparava que um vírus,
Fosse se tornar um objeto de reflexões.

Todos no mesmo barco:
De "esquerda", de "direita",
"Branco", "preto", "pardo", "amarelo",
Pobre, rico, asiático, europeu, brasileiro, africano e americano:
Que vírus "democrático",
Não se limita a fronteira.
Para o agente infeccioso não há barreiras:
Põe os diferentes e os que não se entende no mesmo barco.
O ateu, o protestante e o católico,
Não escapa o agnóstico:
Perante o vírus todos são iguais:
São hospedeiros potenciais para serem infectados.

O nível de poluição atmosférica diminuiu,
Os números de acidentes de trânsito também caiu:
Pois muitos estavam em quarentena.
Teve impacto nas emissões dos chamados gases de efeito estufa:
Tudo por causa de uma coisa microscópica pequena.

Nos tempos de pandemias,
Reflito que o nosso orgulho pode ser afetado:
Pois somos diferentes como indivíduos
E que cultivamos diferentes ideais.
Mas como ser humano e como ser vivo:
Somos todos iguais!
Ninguém é melhor que ninguém.
Sugiro que quando essa onda passar, (porque vai passar)
Os seres humanos usem a crise vivida para pensar
E agir oferecendo o melhor que tem.

Autor: José Fabio dos Santos Bezerra
 
MEDITAÇÕES EM TEMPOS DE PANDEMIA

Em tudo há poesia