https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de Edu

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Edu

Diferente...

 
Tão diferente se o sonho
Não chega-se ao fim
Não termina-se de repente
Dura-se eternamente

Diferente seria
Se na vida...
Os bons momentos
Continuassem para sempre

Se as pessoas gostassem
Das outras pessoas
Não as magoassem
Por elas serem diferentes

Chorassem apenas
Quando estão contentes
E não por estarem prestes
A acabar com a vida

Tão diferente seria
Se o mundo da gente
Vive-se contente
Sem guerras...em paz

Todos nós
Podemos ser diferentes
Agarrem a felicidade
Agarrem os sonhos

Agarrem o poder
De um dia...
Sem medo dizer
Eu foi diferente...
 
Diferente...

Lágrimas Contadas

 
Não chora...
Tuas lágrimas já têm cor
Cor de sangue
Cor de dor

Haverá coração
Que mencione sua covardia
Sua frieza...

Permite-me recolher
Cada uma de tuas lágrimas
E com elas formar um mar
Para ver-te nua…
Caminhando sobre a água…

Permite-me entrar no teu jardim
Arrancar essas ervas daninhas
Plantar novas flores

Os pássaros voltaram
Eles te farão dançar e sorrir…
Cantar as mais belas canções

Queria ao menos te abraçar…
Ser para ti um aconchego
Mas estás...tão longe...
Difícil de alcançar...
 
Lágrimas Contadas

Renascendo...

 
A noite cai na terra

A escuridão percorre

Cada centímetro do meu corpo

Num caminhar frio…



Mistura-se com meu sangue

Percorre-me as veias..

Ataca-me o coração

Derruba minha alma



Sinto-me perdido

Num mundo de dor

Sem luta sem cor..



Cerro os olhos…

Uma luz alcança-me

Teu beijo faz-me renascer

Da sombra da vida..



Meu coração volta

O sangue circula de novo

Meu corpo ressuscita

Meu amor renasce…
 
Renascendo...

Adeus...

 
Dias…meses…anos
Fechado no meu quarto
Os minutos passam…
Não esperam por mim

A juventude audaz
Abandona meu corpo
Fico sem forças

A alma para o tempo
Recordo o passado
Apago o presente
Esqueço o futuro

Fico em transe…
Passa a vida por mim
Sem que a possa agarrar
As lagrimas molham o rosto

Nada mais me resta
A ultima pagina foi escrita
Parto em paz…
 
Adeus...

Dualidade de amor...

 
Não sei...
A escuridão lentamente
Percorre o meu corpo
Ataca a minha alma

Apareces-te do nada
O desejo alimenta-me
Acelera meu coração
O medo chega...

A traição tenta-me
Não posso...
Luto com forças
Para não te esquecer

O teu beijo...
Desperta-me de novo
Desde transe de loucura
Volto a amar-te

Encerro os olhos
Sou livre
Caminho sobre os sonhos
Levito sobre a alma
 
Dualidade de amor...

Tristeza..

 
Estou triste…
A vida deixa de fazer sentido
A morte caminha a meu lado
Sem que a possa parar…

Por saber que não sou digno
Do calor do teu beijo
Do simples toque de tuas mãos…

Já não me reconheço…
Já não sei quem sou
As lágrimas caem desamparadas
Fugindo da escuridão do meu rosto

Só me resta partir…
Deixar que o mundo
Desabe sobre mim
Bem longe de todo que amo

Só algo levo comigo
A minha pobre…
Amarga...Solidão…
 
Tristeza..

Palavras ao vento..

 
Palavras escritas no vento…
Ninguém as lê…sente...respira
Escreve na água…
A mensagem será levada
No amor do movimento que fazes…

Faz prenunciar a voz
À brisa que te envolve…
Na luz iras encontrar
O que desejas...

Terás paz no corpo..
Solta tua alma…
Nela esta presa teu sentimento...
Deixa que te percorra teu corpo
Na água…que te limpa o coração..
 
Palavras ao vento..

Eu sou teu..

 
Sou tua alma
Com outros olhos e outra boca,
O mesmo coração sofre,
Os teus desejos tenho....

Tua alma sou
Quando falo...
Quando ouço...

Para todo e para nada
Corro o país,
Vejo terras desconhecidas

Como é bom estar juntos,
Nos braços um do outro
Não saber mais
Como é bom amar
 
Eu sou teu..

Quem sou...

 
Estou triste...
A vida deixa de fazer sentido
A morte caminha a meu lado
Sem que a possa parar...

Por saber que não sou digno
Do calor de teu beijo
Do simples toque de tuas mãos

Já não me reconheço
Já não sei quem sou
As lágrimas caem desesperadas
Fugindo da escuridão do meu rosto

Só me resta partir
Deixar que o mundo
Desabe sobre mim
Bem longe de tudo o que amo

Só algo levo comigo
A minha pobre
Amarga...solidão
 
Quem sou...

Sonho...

 
No romper da escuridão
Recordo a luz da tua imagem
Acordo para a solidão

Percorro todo o teu corpo
Numa imaginação trémula
Alcanço tua boca...
Saboreio o sabor do teu beijo

Teu rosto desaparece
O ar fica mais pobre
Chorando tua ausência

Volto a realidade
Um simples sonho...
Maldito que me consume
Me maltrata...seduz
 
Sonho...

Amor por amor…

 
Amor nao se explica
Com verbos conjugados
Ou com simples expressoes
Acontece simplesmente

O amor nao se troca
Nao se compra com um beijo
Nao se controla nem se ama.

Amor e estado de loucura
Amor e algo especial
Amor toca ca dentro
Conquista o coracao

Amor pode ser perda,
Ou vitoria conseguida,
Por mais que o julguem.
Existira sempre amor...
 
Amor por amor…

Porquê?

 
Porque te escondes...
Em paredes vazias,
Traçadas sobre
A solidão dos teus olhos...

Ao desejo de não veres
O que não consegues amar...
Aos relevos de tinta
Escassa do teu sentir...

Porque viras as costas à luz
Que te trás a paixão
E te escondes
Na solidão que te cega a alma...

Porque deixas tuas lágrimas
Correr-te pelo rosto...
Quando teu coração agarra
Desesperado o amor...

Minhas palavras caladas mudas para ti...
Diz-me olhando nos meus olhos
Nas trevas do teu silêncio
O amor que há entre nós...
 
Porquê?

Medo...

 
Sinto o vazio…
Gravado na minha mente
Algo me ataca o corpo

Uma dor tremenda
Paralisa-me as veias
Trespassa meu peito
Ataca meu coração…

Maldita…essa saudade
Que percorre minha alma
Por saber que estas longe

As horas passam a correr
A noite cai sobre mim
O vento percorre-me a face

Sinto tua falta…
O perfume de tua pele
O calor do teu beijo
O toque suave de tuas mãos

Volta…
Não me deixes aqui
Sozinho para o mundo
Sozinho…para o amor
 
Medo...

Deixa o amor te guiar..

 
Deixa teu amor
Ser autentico, sincero
Nobre e compreensivo
A única verdade
Que nos guiará...

Deixa teu amor
Ser aquele que nos ilumina
Dar-nos sua bênção
Honestidade e confiança
Reinar em nossos corações

Deixa que teu amor
Siga a sua maneira, porque talvez
Amanhã encontraremos uma razão
Do porque de chegarmos tarde
Ao teu encontro com o destino

Deixa passar teu amor
Mesmo que a distância seja grande
Sei que é puro e sincero
Sonharei com ele
Até um dia voltares
 
Deixa o amor te guiar..

Reflexo da vida...

 
Sentado numa estrela brilhante
Olho o infinito
Minha alma e mente unidas
Reflectem em tudo que vivem
Como imoral é a felicidade
Nesta vida complicada
E quanto tempo de angustia
De espera por algo melhor
Nesta vida…

Como amarga é a juventude
Se a vida não permitir que,
A possa apreciar.

Como é triste o amor
Sabendo que é impossível...
Como é triste a felicidade
Quando passa por ti e tu a recordas
Com as mãos vazias

Como triste é não amar aquele amigo
Quem te compreende
E está sempre a teu lado
Ele, que se preocupa sempre contigo,
Esperando as migalhas
Esperando um carinho....
Como é triste ver uma mãe desesperada
Perdendo o seu filho querido
Gritar por ajuda
Porque sente
Que as palavras
Deixaram de funcionar

Como é triste ver
Meninas pequenas terem crianças
Abandona-las em qualquer lugar
Como se fosse uma simples coisa
E não uma vida preciosa

Como é triste andar
Cego nesta vida
Sem conhecer o Deus vivo
Quem lhe dá a força para sobreviver
Vejo hoje minha alma meu coração
Juntos nesta dor
Por tudo o que viram
Por aquilo que já sentiram
 
Reflexo da vida...

Impulso..

 
Vou dela gostar
Tanto e apenas
De maneira tão intensa
Como a água que se lança
Para uma queda vertiginosa
Sem conhecer o seu curso...

Vou dela gostar
Sem querer saber se no fim
Permanecerá algo de mim.

Vou dela gostar
Tanto como homem
Tanto quanto poeta,
Com romantismo
E fantasia...

Amo-te noite e dia,
Sob a lua ou sob o sol,
Com ardente paixão
Sem uma palavra dizer…
Dela gostarei simplesmente
Com enorme paixão
 
Impulso..