https://www.poetris.com/
Artigos > Luso-Entrevistas > Luso do mês > Setembro 07 - Mel de Carvalho

Setembro 07 - Mel de Carvalho

Publicado por Valdevinoxis em 06-Oct-2007 16:40 (4235 leituras)

Valdevinoxis - Mel de Carvalho é mais do que um nome ou nick. A Mel é talvez das mais inspiradas escritoras do luso, como é que ela surge para a escrita?
Mel de Carvalho - Em primeiro lugar, o meu obrigado por esta oportunidade e acima de tudo pelo imenso carinho com que esta casa me acolheu.
Agora começo por dividir a sua pergunta em pequenas fracções:


Nick - "Mel" ... bom, na realidade não se trata de um nick, não mais é do que parte, em boa verdade, metade do meu nome real - Amélia.
Como já tive oportunidade de comentar com alguns amigos virtuais, desde sempre a família e os amigos me chamaram de Mel(inha); Mel(ita); Mel(zita) etc... Na hora de escolher um nick, neste mundo virtual, confesso que não me ocorreu outro ... e assim, deste modo simples, (re) surge a Mel, dado que a Mel surgiu na escrita no século passado (rsrs)... há muitos, anos ... ou melhor, o gosto pela escrita começou com a capacidade de juntar letrinhas... recordo com algum saudosismo as canjas de galinha da minha casa, em que a minha mãe colocava massa de letras... era um delírio. Os laterais do prato enchiam-se com as palavritas que a Mel(inha) conseguia escrever... tinha então 7 ou 8 anos ...
Bem, mais a sério, a motivação para a escrita decorreu do gosto pela leitura.
Desde sempre os livros foram a minha companhia, os meus "aios" e os meus "amos". Fui uma criança que cresceu muito só. Sem irmãos e com pais muito ocupados, ficava muitas e muitas horas isolada em casa. Vivia na aldeia, ainda que às portas de Lisboa.
Na minha casa não havia o hábito de leituras, os livros escasseavam. Apenas os manuais escolares me acompanhavam e, perdidos num canto da casa, gravitavam uns livros antigos, pertença de um avô falecido, de quem, dizem, herdei não só os olhos (verdes), mas o olhar algo lírico sobre a vida… (o meu livro é-lhe dedicado). À falta de outros, foram esses os meu companheiros de muitas horas…
Em paralelo, tive o privilégio de ter tido uma professora primária de uma grande amplitude de espírito (decorriam os fins dos anos sessenta). Incentivava a leitura, promovia visitas a museus e a espaços sociais (com ela e pela sua mão, visitei as Aldeias SOS). Por essa altura, a Biblioteca Itinerante da Calouste Gulbenkian passou a ser ponto de encontro obrigatório na minha vida. Devorava livros (ou eles devoravam-me a mim?) …
Com o 25 de Abril, devota de causas sociais, cheguei a ser bibliotecária em regime de voluntariado. Corria então o ano de 1977, era Inverno, ninguém saia à noite para ir à Biblioteca… lia eu os livros! Tinha dezasseis anos.
Desta forma, li, talvez não no tempo certo, muitos clássicos que não entendi plenamente … Zola, Maxence Van Der Meersch, Thomas Mann, Tolstoi, Dostoievski, Steinbeck e tantos outros. O Liceu era o meu palco poético, era o local de partilha dos meus poemitas com os amigos, que pacientemente me liam…. E que os usavam para mandar aos namorados … Era uma escrita naif, da qual, nada ou quase nada resta ... confesso que tenho pena.
Depois o ingresso no mercado de trabalho, que foi algo prematuro (17 anos) e a vida familiar esfriaram este “vício” de ler e escrever, que se reacendeu nos anos noventa e me acompanha até hoje, se bem que, há cerca de dois anos tenha trucidado literalmente grande parte dos meus escritos, numa máquina de papel e apagado o seu rasto do computador.

Godi - Um aspecto que gostaria de abordar nessa entrevista contigo é a chamada ‘influência poética’. Eu, particularmente vejo que a chamada “influencia literária” na verdade é uma CONFLUÊNCIA (reunião, junção), de conceitos parecidos entre poetas. Quais são as suas ‘confluências’ principais?
M.C. - Muitas são as opiniões que, nomeadamente através dos meus blogs, me têm chegado a respeito do que poderão, porventura, ser as minhas influências.
No que concerne à "influência poética" imediata, direi que são todos os meus colegas e amigos do Luso e bem como dos outros sites de escrita em que publico (Portugal e Brasil), e a Comunidade Bloguista – blogs que me visitam e eu visito. Todos de alguma forma me influenciam. Uma palavra que seja, pode e é, em muitos casos, razão para que na minha mente surja um poema.
Falando de influências de escritores/poetas consagrados, não sei em boa verdade. Mas talvez Florbela Espanca, Mário de Sá-Carneiro, num registo sombrio e num registo mais surrealista Herbert Helder. Depois existem ainda os outros, os que muito amo: Sophia de Melo Breyner ou Miguel Torga, Irene Lisboa, Vitorino Nemésio ... tantos, tantos...

V. - É um leque bastante heterogéneo...
M.C. - É, na verdade é... tenho uma visão holística do mundo e as minhas escolhas literárias dependem dos dias e dos momentos. Possuo várias Antologias e leio ao sabor da disposição... sem regras.

V. - Fugindo um pouco ao teu aspecto literário, a Mel Carvalho é, também, uma pessoa muito chegada a causas sociais e, nesse sentido, com uma opinião social forte. Nesse âmbito temos o Projecto Gôndola. Fala-nos dele, da tua envolvência e a forma como pretendes que seja global?
M.C. - Com todo o gosto. Como referi atrás, a escrita re-instalou-se na minha vida numa época de reconstrução de identidade, depois de algumas perdas sentimentais (mortes). Nessa altura, decidi soltar a Mel da gaveta e apareço na Blogoesfera tendo como intuito escrever e publicar em parceria. Criei o Projecto Gôndola. A ideia era /é, publicar e doar direitos a ONG’s, que trabalhem com crianças, em especial com crianças de origem africana. Proporcionar recursos de apoios, afinal!
“Gôndola por África”, porque em rigor todos os rios desaguam no mar e o mar não conhece cores, ou fronteiras, ou credos e, África, berço da humanidade, é sem margem para dúvidas, o local do planeta onde a vida das crianças, os seus valores e direitos fundamentais está mais ameaçada...
Tenho grandes esperanças de que, com a ajuda do Luso, os poetas desta casa se venham a disponibilizar para a doar direitos - poemas, contos, etc e, deste modo, a "Gôndola" chegue a quem dela tanto necessita. Gôndola=berço!

V. - África é uma referência muito forte na tua vida.
M.C. - Sim... O primeiro texto que publiquei na net chama-se "A primeira máscara". Lá conto esta minha paixão por África, continente que nunca visitei, curiosamente. Digamos que sou uma branca com alma de negra ou alma negra (rsrsrs).

V. - E o Luso-Poemas? Onde é que o site encaixa? Como é que ele apareceu no teu percurso?
M.C. - Apareceu num fim de tarde de sábado!!!! Ehhh, a sério... foi a Cleo que mo deu de presente. A amizade tem destas coisas. A Cleo, a minha querida amiga Cleo, conhecia-me virtualmente dos blogs e começámos a falar no msn... apresentou-me o Luso e, bem... foi amor à primeira vista.... vivemos colados um ao outro...

V. - No site existem publicados, cerca de 350 textos assinados pela Mel de Carvalho e mais de 1300 de comentários a eles. Demonstra, claramente, que as pessoas não são indiferentes aos textos. Tens alguma explicação para este fenómeno?
M.C. - Não considero fenómeno, de modo algum... sinto que não me são indiferentes e isso, acima de tudo, estimula-me. Mais do que isso, devolve-me a auto-estima que por uns tempos perdi ... (existem momentos assim nas nossas vidas). O que está no Luso foi, raras excepções, tudo escrito depois de me ter registado lá. Escrevo diariamente e, em certos dias mais que um texto ... lamento não poder dar mais atenção aos colegas, lendo-os e comentando-os. Leio e comento, mas não tanto quanto desejaria.
Escrever é-me muito fácil. Como ainda hoje um amigo me disse, sou "imediatista" ... escrevo de rajada.. em minutos ... é quase orgânico. Dai que sinta necessidade de partilhar.
Explicar a atenção que me proporcionam? Não sei … apenas dizer, aqui, como digo sempre: bem hajam!

G. - As diversas tendências de escrita é o grande trunfo do site luso-poemas, sendo que a riqueza, de facto, está na diversidade. Como se dá o teu intercâmbio literário com os poetas e escritores do site? E da participação dos escritores nacionais (portugueses) e brasileiros no site, o que vem a reflectir no teu coração?
M.C. - Dá-se da forma mais natural. Acontece! Aliás, já tive o prazer de fazer duetos com a Edi, por exemplo, que é brasileira. A Isabor é outra das poetisas brasileiras com quem partilho poesia de forma mais próxima... São apenas dois exemplos... não quero citar ninguém, mas sinto que este intercâmbio é a grande riqueza deste site.
Sou a favor de tudo o que seja partilha, porque, como uma vez ouvi: "se te der um dólar e tu me deres um dólar... cada um ficará apenas com um dólar... se te der uma ideia e tu me deres uma ideia, ambos passaremos a ter duas ideias...". Tão só isto...É um privilégio estar inserido nesta irmandade poética, sem margem para dúvidas. Assim sinto o Luso!

Sibilam pedras na encostaV. - E o Livro da Mel? Quando é que vê a luz?
M.C. - Já viu ... tirei dois da caixa ... (rsrsr). Já nasceu. Dentro em breve, suponho estará disponível para venda, se bem que, a apresentação tenha sido adiada dado que vou viajar na próxima semana. Assim, se tudo correr bem, será em Novembro/Dezembro!

V. - Uma prenda de Natal...
M.C. - Poderá ser, se assim o desejarem... uma prenda a sibilar na encosta ... tipo os sininhos das renas do pai Natal ... sim, porque o livrito se chama "Sibilam pedras na encosta" ...

V. - Para nos despedirmos com um "até já", vou-te pedir uma mensagem para quem te lê.
M.C. - Uma mensagem... amigos, soltem a alma, soltem os dedos sobre as teclas, acreditem, confiem ... e, acima de tudo, sejam quem são.
Não existem poetas bons ou maus... existem almas poéticas, almas sensíveis ... deixem que floresçam, que cresçam e que brotem. Jamais se cerceiem... Digamos que, do ponto de vista da poesia, esta é a minha mensagem.
Do ponto de vista da vida em geral: não se demitam nunca de serem cidadãos inclusos e inteiros... não se “esqueçam” de, com determinismo e tenacidade, abrir alas por onde a poesia possa correr...
E , claro, abracem a nossa Gôndola... desde este dia, ela é vossa, ela é a minha "prenda" antecipada de Natal para todos. Do coração! Bem hajam por isso...


Navegue pelos artigos
Artigo anterior Agosto 07 - MariaSousa Janeiro 2008 - Rosa Maria Anselmo Artigo seguinte
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/10/2007 23:56  Atualizado: 06/10/2007 23:56
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Minha querida amiga Mel de Carvalho, aqui mostrada mulher, total como te conheço, mais ainda pela tua pena nua. A única que conheces como verdade, que se transcende em poemas coloridos...e quando digo coloridos digo: perfumados, dando corpo ao sonho, ao belo, seja isso o que fôr.
Adorei cada pedaço deste texto, a forma como te deste.
Só te tenho a agradecer, Mel de Carvalho.
Um beijo deste teu amigo
José

Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 07/10/2007 00:06  Atualizado: 07/10/2007 00:07
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Ola Melzita

Uma bonita entrevista, desnudas-te de uma forma bela e contida. Já te conhecia um niquinho, hoje conheço um pouco mais. Reafirmo,sou tua fã!

jinhos
Rosamaria

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 07/10/2007 00:08  Atualizado: 07/10/2007 00:08
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Olá Mel,

Sou apenas um simples fã dos teus escritos, entre muitos outros, graças ao Luso.
Aprecio e devoro o que escreves, como sabes bem.
A partir de hoje, temos um sonho em comum; “Gôndola por África”

Beijo AR

Enviado por Tópico
Le Tab
Publicado: 07/10/2007 00:32  Atualizado: 07/10/2007 00:32
Membro de honra
Usuário desde: 02/02/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1460
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Devo confessar que gosto dos teus textos, posso não comentar mas são marcantes...Talvez por preguiça, não compreendo como devia e mereces. Mas li e senti cada palavra, como se fosse a ultima uma sensibilidade profunda. Parabens por este desencadear de palavras que formou umas belas frases, mais que belas foram uma grande liçao de vida. Um grande mensagem se retira deste pequena entrevista, mas com certeza muita sentida e verdadeira. Bjs

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 07/10/2007 01:02  Atualizado: 07/10/2007 01:02
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Mel por dentro e Mel por fora,

Qualquer dia vens comigo numa acção humanitária(voluntariado) por africa.

Que tenhas sempre mel na tua vida

Enviado por Tópico
Gilberto
Publicado: 07/10/2007 01:11  Atualizado: 07/10/2007 01:11
Colaborador
Usuário desde: 21/04/2007
Localidade: V.Nde GAIA-Porto
Mensagens: 1804
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Querida Mel,

Muitos parabéns, por esta distinção!
Ninguém mais do que tu a merece. Pela tua magnífica poesia, pela tua sincera e pura amizade.

Um bem hajas. Pela coragem e sinceridade, com que nos mostras um pouco de ti. Sem rodeios nem preconceitos.

Este projecto Gôndola, tem que ser agarrado com as duas mãos por todos os LUSO-POETAS.
Eu, vou nessa viagem.

Mais uma vez os meus parabénsm, do fundo do meu coração.

Beijo muito grande, de grande amizade e ternura

Gilberto

E que o teu livro tenha o maior sucesso do mundo

Enviado por Tópico
Luis F
Publicado: 07/10/2007 01:28  Atualizado: 07/10/2007 01:28
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2007
Localidade: Alcochete
Mensagens: 1184
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Minha amiga Mel, eis uma linda e merecida homenagem.

Adorei a entrevista, adorei principalmente o dia em que conheci a tua escrita, as tuas palavras, a tua obra.

És uma mulher rica de sentimentos, a poesia corre nas tuas veias e na tua alma.

Mereces e fico muito feliz por este momento e por este reconhecimento por parte do Lusos.

Parabens.

Bjs
Luis Ferreira
(sailing)

Enviado por Tópico
JSL
Publicado: 07/10/2007 01:41  Atualizado: 07/10/2007 01:41
Colaborador
Usuário desde: 10/05/2007
Localidade: Minho
Mensagens: 679
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Olá Mel

Esse "Gôndola" é algo que muitos buscam e não encontram. Onde podemos encontrar esse projecto?

Esta entrevista vale porque nos deste a oportunidade de poder falar um pouco além da escrita. Quero-vos ler um pouco até sempre e poder encontrar os poetas que ainda acreditam que podem mudar o mundo, dar-lhe outra rota.

E tem sido essa Mel que lemos e que nos escreve agora e sempre.

Pela tua poesia prometo dar tudo

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 07/10/2007 02:04  Atualizado: 07/10/2007 02:04
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Querida Mel

Foi bom conhecer mais um pouco de ti. És uma Mulher com M e uma excelente poetisa e amiga.
Um grande beijo e parabéns pela entrevista.

P.S. A herança do teu avô não podia ser melhor, os teus olhos são lindos

Enviado por Tópico
João Filipe Ferreira
Publicado: 07/10/2007 02:57  Atualizado: 07/10/2007 02:57
Colaborador
Usuário desde: 08/10/2006
Localidade: Lavra-Matosinhos
Mensagens: 1047
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Muitos parabens Poetisa Mel, pela bonita entrevista. Gostei imenso de a ler e está muito muito interessante.

é um destaque merecido e que chega em boa hora:)

muitos beijinhos de parabéns e continua a deliciar esta "malta" com os teus lindos textos.

beijinho
João Filipe Ferreira

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/10/2007 03:12  Atualizado: 07/10/2007 03:12
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Um bem haja pela tua generosidade, e pela sincera humildade que nos transmites.
Parabéns pela homenagem!

Bjs

C


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 07/10/2007 06:57  Atualizado: 07/10/2007 06:57
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14939
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Querida Mel

Muito bonita sua entrevista principalmente a parte que fala sobre você em um todo.
Adorei o seu lindo projeto e espero de coração que flua em muitos corações do mundo.
Obrigado por nos contar um tiquinho de ti amiga poetisa....
Sucesso em teu livro e em todos seus projetos de vida....

Sonhe mel que os sonhos
São como papel assinado
Quando são realizados

beijos doces n'alma

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/10/2007 10:03  Atualizado: 07/10/2007 10:03
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Mel,
Talvez eu não seja ninguém para te dizer isto, mas a tua alma é límpida como a agua cristalina da fonte esquecida onde ninguém vai beber.
A riqueza do teu ser poético e do teu ser é único
por isso tu és e serás sempre...
A luz que nos colhe nas noites mais frias com o teu pulsar universal.
Meus sinceros parabéns és fantástica.
Uma entrevista divinal.

Um beijo na tua alma
ConceiçãoB

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 07/10/2007 11:16  Atualizado: 07/10/2007 11:18
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Aqui está,a Mel que um dia encontrei por acaso, na mesma estrada por onde seguía...
Não sabia de onde vinha, nem para onde ia...
Mas encostei a minha alma à sua e senti o quanto me tocou!
Uma pessoa fantástica, que transporta para o que escreve, tudo o que a sensibilidade lhe transmite.
Mesmo assim,dando a conhecer um pouco de si,continua a ter um não sei quê de misterioso... algo que atrai e cativa todos os que se prendem na sua escrita.

Muitas felicidades e que este livro seja apenas o primeiro de tantos que se seguirão!

Um beijo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/10/2007 12:12  Atualizado: 07/10/2007 12:12
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
.......

Com a devida vénia....

.......................

Beijinho e tudo do melhor!

Enviado por Tópico
goretidias
Publicado: 07/10/2007 14:30  Atualizado: 07/10/2007 14:30
Colaborador
Usuário desde: 08/04/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 1237
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Parabéns, mas é-te devido o título. O merecido reconhecimento é certamente um incentivo para que continues a brindar-nos com as tuas maravilhosas poesias! Sem ti, o mundo seria muito mais cinzento...
Um grande beijo

Enviado por Tópico
PedroLopes
Publicado: 07/10/2007 14:57  Atualizado: 07/10/2007 14:57
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2006
Localidade: Montargil-Ponte de Sor
Mensagens: 703
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Parabéns pela entrevista, pela poetisa e pela pessoa maravilhosa que és...

Gosto muito das tuas palavras... é sempre um prazer ler-te...


Jinho fofo

Enviado por Tópico
Carla Costeira
Publicado: 07/10/2007 15:15  Atualizado: 07/10/2007 15:15
Colaborador
Usuário desde: 16/02/2007
Localidade: Sintra
Mensagens: 918
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Olá doce Mel,

A tua entrevista está maravilhosa, tal como tudo o que tu escreves!
Sabes, porque já tive oportunidade de te dizer, o quanto te admiro. Adoro ler-te, é sempre tudo tão lindo e erudito!
Adorava ter os teus conhecimentos linguísticos e, ter a tua capacidade, de diariamente, escrever algo sempre tão belo!
És formidável!
Pelo o que tu escreves, pela tua maneira de ser, sempre simpática, brincalhona e amável… gosto muito, muito de ti!
Desejo que sejas muito feliz e, que o teu livro tenha o devido reconhecimento, que seja um verdadeiro sucesso, ao nível do teu talento indiscutível!

Continua sempre assim: Maravilhosa!

Muitos beijinhos desta tua amiga virtual,
Carla

Enviado por Tópico
Manuela Fonseca
Publicado: 07/10/2007 20:50  Atualizado: 07/10/2007 20:50
Colaborador
Usuário desde: 13/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 885
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Querida Mel,

Uma entrevista merecida e excelente, como só poderia ser, vinda de ti.

É um prazer ler-te e desejo-te muitas felicidades para o teu " Sibilam Pedras na Encosta " - Um título que, por si só, é já um poema...

E que bom que foi abraçar-te, naquela tarde de chuva... :))

Obrigado pela força!

Beijinhos ternos no teu coração

Manuela Fonseca

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/10/2007 00:50  Atualizado: 08/10/2007 00:50
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Olá Mel de Carvalho. Parabéns pela sua entrevista!
Aqui encontramos uma escritora em perfil em que mostra uma grandiosidade do teu ser.
O seu projecto Gôndola é uma brilhante idéia associada a sua inequívoca paixão por temas africanistas. Eu particularmente sou um entusiasta pelos fatos e coisas de África, e encontrar todos esses aspectos em si gera uma enorme satisfação e alegria.
Seus poemas nessa área são os que alcançam um vôo mais altaneiro, mais alto, mais sublime além de possuir um lirismo muito pessoal.

Fica aqui as minhas saudações e os meus parabéns pela sua entrevista.

Que bom que escolheste o luso-poemas como sua casa. Não se esqueça, aqui é a sua casa verdadeira.

Beijos e Saudações de Claudio Sousa Pereira (Godi).

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/10/2007 09:59  Atualizado: 08/10/2007 09:59
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Bela surpresa, e que foi para mim uma pessoa e poetisa que sempre e desde que ingressei nesta casa que gostei de ler.
Continua a escrever assim!
São os meus votos de fidelidade à tua escrita.
Beijinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/10/2007 17:58  Atualizado: 08/10/2007 17:58
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Alinhavando palavras,
Como uma teia,
Uma colcha retalhada
De algas.

Fiandeira das palavras,
Cozendo-as nas vagas
Nas águas imensas,
Nas ondas revolucionadas.

Salgando as palavras,
Na maestria das lágrimas
Entornadas em pérolas,
Em cristais e sal.

Vagueias nas marés altas
Mãos aniquiladas
Ocas, de conchas saqueadas,
Solitárias mãos.

A mulher de escamas,
Sem uma harpa,
Canta no uivo dos temporais
Seus lamentos e poemas.

Nas impressões dos corais,
No desenho das algas
Desidratadas,na madrugada
Na areia...

Estátua viva,
Imagem perene.
Testemunha o mar,
Numa falésia,
A sereia...

É essa a minha imagem poética que construí da minha irmã, mais que amiga, Mel. Mas, ela se revela mais e mais além, das´palavras, se revela na ação, na generosidade, na humildade e consciência de sua missão no mundo.
Mel, você é sem sombra de dúvida, uma referência de pessoa e mulher. Joía rara, mulher-poeta, sereia das falésias.
Um beijo enorme,
Sandra.

Enviado por Tópico
Tytta
Publicado: 08/10/2007 21:11  Atualizado: 08/10/2007 21:11
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2007
Localidade: Portugal
Mensagens: 790
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Minha amiga doce Mel,
obrigado pela escrita fluente e inspiradora com que me presenteias diariamente.
Votos de muitas poesias... e que eu tenha esse sibilar de pedras o mais rapido possivel na minha estante :)
Um abraço,
Jinhos, Tytta

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 10/10/2007 17:52  Atualizado: 10/10/2007 17:52
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Melzinha

Todos os seus escritos, suas palavras, são dádivas aos meus olhos quando as leio.
Um simples comentário se torna desnecessário quando suas linhas ultrapassam a vontade e a voracidade da imaginação.
Sinto um forte brilho vindo de ti, quando se aproximas assim das palavras, elas se juntam, dançam contigo, e as belas e formosas ficam grudadinhas com mel.

Parabéns pela entrevista, que no total de tudo está perfeita e magnífica.
Não sou ninguém para dar opinião, mas estou aqui para dizer-lhe o quanto és admirada por mim.


Beijinhos no coração.

Desejo-lhe sucesso.

Enviado por Tópico
Dionísio Dinis
Publicado: 10/10/2007 22:01  Atualizado: 10/10/2007 22:01
Da casa!
Usuário desde: 15/04/2006
Localidade:
Mensagens: 203
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Salve poetisa, salve a figura com uma invulgar dimensão humana, salve para sempre a sua poesia, salve para sempre a justiça e a verdade das suas palavras!
Com ou sem distinção outorgada, Vc será sempre distinta entre os demais!

Abraço fraternal

Enviado por Tópico
JB
Publicado: 11/10/2007 08:43  Atualizado: 11/10/2007 08:43
Membro de honra
Usuário desde: 05/09/2006
Localidade:
Mensagens: 531
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Mel,

uma entrevista que já sentia nas palavras que nos dás.
Gostei de te conhecer um pouco mais.

Luso,
grande escolha, e já agora para o Val um abraço e parabéns pela excelente entrevista
JB

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 11/10/2007 08:58  Atualizado: 11/10/2007 08:58
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Querida Mel,
adorei a tua entrevista!
Sabes a admiração profunda que tenho pela tua escrita e pela Mulher que és, e aqui comprovas novamente o quanto és imensamente grandiosa.

Um beijo enorme e muito sucesso para o teu livro e para o projecto Gôndola!

Vera

Enviado por Tópico
VeraCarvalho
Publicado: 11/10/2007 22:40  Atualizado: 11/10/2007 22:40
Super Participativo
Usuário desde: 13/02/2007
Localidade: Amarante/Porto
Mensagens: 170
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Mel, minha querida
como foi bom descobrir-te um pouco mais para além da poesia.Finalmente tiraste as grades que te cobriam o rosto:).
Adorei a entrevista, os meus parabéns também aos entrevistadores.
Mel és uma mulher-poema e trazes na alma o amor e a bondade que te servem de inspiração.
Tentarei sempre seguir-te o rasto .
Um grande abraço.

Enviado por Tópico
Alex
Publicado: 13/10/2007 00:50  Atualizado: 13/10/2007 00:50
Muito Participativo
Usuário desde: 17/08/2007
Localidade: Centro
Mensagens: 79
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Merecido, merecido!
A entrevista é sempre uma descoberta, uma cara, um nome, uma vida por detrás (ou à frente!) das palavras escritas e bem.
Ainda bem que há gente atenta por cá, pelo LUSO e atenciosa.
Bem hajam Mel e administradores.

Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 13/10/2007 16:06  Atualizado: 13/10/2007 16:45
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Olá Mel,
É sempre louvável quando alguém se nos dá a conhecer.
Conheçia-te apenas através da tua poesia a qual tenho alguma dificuldade em comentar por ser uma escrita muito exuberante e requerer tempo para ser lida, analisada e interpretada. Conceptualmente utilizas uma linguagem discursiva muito próxima do barroco, com uma grande profusão de metáforas, sinestesias, alegorias, hipérboles e sobretudo, uma adjectivação erudita e diversificada, o que revela uma grande e diversificada riqueza vocabular. Agora entendo, anos e anos, desde "a canja de letras" na prossecução da arte de bem escrever e de um aprimorado sentido estético foram, e são, os ingredientes para uma escrita tão soberba e criativa, tendo como estratégia o trabalho intenso no burilar das palavras,no jogo das suas nuances significativas e sugestivas, permitindo que estas revelem o indizível da alma humana. Parabéns pela tua escrita e obrigada por te teres dado a conhecer como mulher e ser humano determinado. Beijinhos

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 15/10/2007 21:30  Atualizado: 15/10/2007 21:30
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Querida Mel,

Desculpa-me mas só hoje consegui ler a tua entrevista.

De novo uma a seguir à outra Que Bom!!!

Parabéns por esta homenagem que tanto mereces.

Mel Mulher bonita de Alma linda e Poetisa maravilhosa... és isso mesmo!!!

Já sabes que estou contigo no Projecto Gôndola

Um grande beijo cheio de Amizade e Carinho

Maria

Enviado por Tópico
Diego M.
Publicado: 16/10/2007 05:34  Atualizado: 16/10/2007 05:34
Membro de honra
Usuário desde: 12/11/2006
Localidade: Rio Branco - AC
Mensagens: 392
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
"Percorrer muitas estradas.
Voltar para casa.
E Olhar tudo como se fosse a primeira vez."

Os teus escritos são de relevância cultural e poética sem maiores nem menores sombras de dúvida.
A alma é tua precursora e as palavras um bálsamo que unem-se como em orquestra filarmônica.

Basta um "sopro" de letra, e tu formas a canção entoada por anjos "famintos" de Poesia.

É sempre bom e prazeroso ler-te.

Fica o meu:

B
E
I
J
O

E
S
P
E
C
I
A
L
.

Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 16/10/2007 20:06  Atualizado: 16/10/2007 20:06
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho (para tds os amigos)
Meus amigos,
Como porventura alguns saberão, tenho estado ausente do país e c/ o tempo de "antena" reduzido.
Cheguei hoje e era minha intenção agradecer a cada um as muito amáveis palavras e os incentivos aqui deixados.
Infelizmente não será possível, pelos imensos problemas que o Luso enfrenta (obrigada Trabis pelo teu trabalho).
Deste modo e porque não quero que vejam neste meu "mutismo" uma falta de atenção para com as vossas palavras, deixo aqui o meu enorme
Obrigada. Bem hajam

Mel

Enviado por Tópico
Saturnino
Publicado: 21/10/2007 16:42  Atualizado: 21/10/2007 16:42
Muito Participativo
Usuário desde: 23/07/2007
Localidade: Fx
Mensagens: 86
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Só hoje li a sua entrevista, Mel, e queria deixar aqui os meus sinceros parabéns. Mais: belas e imprescindíveis as suas poesias que me fascinam e a sua entrevista que há muito era merecida.

Beijo amigo,

S.

Enviado por Tópico
Cõllybry
Publicado: 23/10/2007 17:53  Atualizado: 23/10/2007 17:53
Colaborador
Usuário desde: 01/04/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 589
 Re: Setembro 07 - Mel de Carvalho
Bela palavras do desnudar de uma bela poetisa que és...parabens...

Doce beijo

Links patrocinados