Sonetos : 

COMO EU ME SINTO...

 
"E nem agora sinto o tempo...
Tampouco me sinto...
Nada sinto além do amortecimento..."
(Srta Byron)
**************************************************
Sinto-me uma presa, capturada pela vida,
Como uma ave que sibilante voa longe,
Sinto-me travessa, e ao mesmo tempo destemida,
Sinto-me solitária, como um doce monge...

Sinto-me distante do meu umbigo
E tão abraçada pelo colo do mundo,
Sinto-me feliz e num choro profundo,
Molho meus seios, meu ventre abrigo...

Como sou complexa, repleta de artimanhas,
Como sou bandida, e tão angelical,
Sou um díspare "ser" neste momento...

Que vaga por si mesmo, como o sopro do tempo,
Sou quem sabe a virtude monacal,
Ou a incerteza do pecado, das minhas manhas!


"Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende." (Guimarães Rosa)

 
Autor
Ledalge
Autor
 
Texto
Data
Leituras
4798
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jojo
Publicado: 28/07/2007 23:05  Atualizado: 28/07/2007 23:05
Novo Membro
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade: Liaboa/Vila franca de Xira
Mensagens: 9
 Re: COMO EU ME SINTO...
Olá...

Adorei...Esta belo muito belo...

Um beijinho

P.S:Obrigada plo apoio:)

Enviado por Tópico
Gilberto
Publicado: 29/07/2007 00:37  Atualizado: 29/07/2007 00:37
Colaborador
Usuário desde: 21/04/2007
Localidade: V.Nde GAIA-Porto
Mensagens: 1804
 Re: COMO EU ME SINTO...
Como é bom ler-te de novo, querida amiga!

Que saudades...belo soneto!

Beijinhos
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...