Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

274 visitantes online (96 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 9
Leitores: 265

Gyl, eusouvc, lisa++, thiagodebarros, JoeWeirdo, Volena, saraabreu, MarySSantos, namastibet, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Poemas : 

TARDE DE INVERNO.

 
TARDE DE INVERNO.
 
Tarde de Inverno.

Tarde de sábado ensolarada
É inverno mas está amena
Ouço o canto da passarada
E eu aqui com meu dilema...

Tentando escrever uma poesia
Olho o céu nesta tarde encantada
Não sei se vai sair o que queria
Vou tentar afinal não custa nada.

Meus versos, singelos falam de mim
Pretendo um dia ser uma artista
Sei que são simples os vejo assim
Alguém me disse tente, nunca desista!

Gosto de falar da Natureza
E tudo que nela está inserida
Consigo enxergar só a beleza
Se a maltratam também fico dolorida.

Mas terei que esperar a inspiração
Talvez mais tarde venha aflorar
Deixar sair brotar do coração
Versos para alguém admirar!

♫Carol Carolina



Clique para ver a imagem original em uma nova janela



MEU BLOG
http://poetisacarolcarolina.blogspot.com/

Site em participação especial:
Website: www.LuzdaPoesia.Com



Autor
carolcarolina
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 2560
Favoritos 1
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
O POETA A LUA E O IPÊ
MADRUGADA
MAR
TREM DA VIDA
QUERIA...
Aleatórios
CRIANÇA...
PARABÉNS POETISA VARENKA!!!
FLICK O CÃOZINHO QUE VIROU BARÃO!?
PAI...
SOLIDÃO...
Favoritos
UM POEMA PARA A CAROLCAROLINA - JBMendes
CIGANA FLOR DE LIS - Akhenaton/Elias
NO MEU JARDIM - Akhenaton/Elias
Deixa Chover - Jmattos
Floresta Mística - Akhenaton/Elias
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/07/2010 21:41  Atualizado: 10/07/2010 21:41
 Re: TARDE DE INVERNO.
carol, hoje tb escrevi sobre a natureza, aiaiia estamos inspiradas, em proteger a natureza, rsrs , amei, e escreveste uma linda poesia muito bemmmmm...
acho que vou até te convidar para uma pesca, aiai como adoro pescar, vamos lá???
bjimmmmmm
Pastora
Ana Vidal

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 04:35  Atualizado: 11/07/2010 04:37
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Pastora
Poetisa Ana!

Obrigada pela visita e comentário.
Sabe, eu aceito passear de barco, mas pescar não.
Nunca matei animal nenhum, nem mesmo um peixe não
tenho coragem de pescar. Por mim viveriam todos, acho que ninguém morreria comendo legumes, ovos
verduras, frutas, tomar muito leite e nada de matar e comer. Nem quero me imaginar com um anzol vendo um peixe se debatendo para fugir.
Bjinhos

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 10/07/2010 21:46  Atualizado: 10/07/2010 21:46
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4210
 Re: TARDE DE INVERNO.
Pois está poesia singela,não concordo.
Tua poesia está bela! Falas da natureza com carinho.
Tu sabes que és uma poetisa.

Beijo!

Varenka

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 04:36  Atualizado: 11/07/2010 04:36
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Varenka!

Obrigada, és sempre muito carinhosa em teus comentários.
Bjinhos

Enviado por Tópico
mariagomes
Publicado: 10/07/2010 22:13  Atualizado: 10/07/2010 22:13
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2010
Localidade:
Mensagens: 1614
 Re: TARDE DE INVERNO.
Olá minha amiga, uma tarde de Inverno bem passada a fazer este belissimo poema, essa inspiração brotou de uma grande poetisa, gostei muito.
beijinhos
mariagomes

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 04:38  Atualizado: 11/07/2010 04:38
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Maria!

Obrigada pela visita e pelo comentário carinhoso.
Bjinhos

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 10/07/2010 23:08  Atualizado: 10/07/2010 23:08
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9607
 Re: TARDE DE INVERNO.
Carol, nas coisas simples sempre se encontra beleza. Queres maior beleza que o cantar do galo de madrugada, ou o toque do sino da aldeia, ou o rumor da àgua do rio correndo etc... e tudo isto é duma beleza fantástica, tu cantas bem com singeleza mas belo e a Natureza te inspira, não tens falta de inspiração, li um bonito poema.

beijinhos
da amiga rosa

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 04:41  Atualizado: 11/07/2010 04:41
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Rosa!

Eu também penso que na simplicidade se encontra a beleza. Mas talvez não pense assim em relação ao que escrevo, sinto que me falta tanto a aprender...
Obrigada pelo comentário carinhoso.
Bjinhos

Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 10/07/2010 23:16  Atualizado: 10/07/2010 23:16
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 1300
 Re: TARDE DE INVERNO.
Que coincidência! Também escrevi um poema numa tarde de sábado, inspirado na volta da chuva.
Parabéns.

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 04:43  Atualizado: 11/07/2010 04:43
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Poeta!

Obrigada pela visita e comentário!
Depois vou ler a Volta da Chuva.
Volte quando quiser será muito bem vindo aqui no meu cantinho.
Bjo no ♥

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 10/07/2010 23:58  Atualizado: 10/07/2010 23:58
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4526
 Re: TARDE DE INVERNO.
Sem inspiração e escreveste este
belissimo poema, imagina o que
escreverias se estivesses inspirada.

A natureza é rica, para inspirar os poetas.
Beijinhos amiga
Antonieta

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 04:47  Atualizado: 11/07/2010 04:47
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Antonieta!

Antes de mais nada, gostaria de dizer-lhe que nesta foto do perfil te pareces com uma atriz de novelas da Globo, a Vera Holtz.
Então, eu escrevi justamente falando na falta de inspiração para fazer uma poesia, dai saiu uns versos.
Obrigada pelo carinho do comentário.
Bjinhos

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 11/07/2010 00:02  Atualizado: 11/07/2010 00:02
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2056
 Re: TARDE DE INVERNO.
É nos pequenas coisas da vida e do mundo que descobrimos os maiores encantos e as mais raras belezas, por isso mesmo sem inspiração, com a beleza da natureza sempre se escrevem coisas lindas como esta.
Beijinho

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 04:55  Atualizado: 11/07/2010 04:55
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Poeta Beija-Flor!

Concordo com você.
As coisas mais simples são sempre as mais belas.
Mas em relação ao que escrevo penso que me falta muito.
Obrigada pelo comentário carinhoso.
♫Carol

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/07/2010 02:15  Atualizado: 11/07/2010 02:15
 Re: TARDE DE INVERNO.
Gosto da tua simplicidade, pois tem profundidade, porque vem da alma, eu adoro isso.

Beijo poetisa

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 06:50  Atualizado: 11/07/2010 06:50
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Rosangela!

Obrigada pelo comentário carinhoso sempre incentivador.
Bjinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/07/2010 05:11  Atualizado: 11/07/2010 05:11
 Re: TARDE DE INVERNO.
A natureza é a melhor fonte de inspiração, e isso está presente neste poema lindíssimo. Adorei, sendo eu uma defensora acérrima da natureza. Bem... Temos ocupações similares e gostamos da natureza! Hehe

Clique para ver a imagem original em uma nova janela

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/07/2010 20:27  Atualizado: 11/07/2010 20:27
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Haeremai!

É verdade a natureza é fonte inegostável de inspiração!Temos ocupações similares e gostamos da natureza que boa cumplicidade!
Obrigada pelo comentário carinhoso.
Bjinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/07/2010 14:43  Atualizado: 11/07/2010 14:43
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Carol!

Que inspiração linda!
Amo ler-te,suas palavras sempre expressam o que lhe vai na alma,são ternos e doces estes sentimentos...
E quando fala da natureza...aiaiai...ela é mesmo uma beleza que nos encanta!

Parabéns,amei!!!

Beijinhos ternos

Rosa

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 12/07/2010 02:07  Atualizado: 12/07/2010 02:07
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Rosinha!

Obrigada pelas palavras de carinho que para mim são sempre um incentivo.
Bjinhos

Enviado por Tópico
Jesusviveemmim
Publicado: 11/07/2010 22:38  Atualizado: 11/07/2010 22:38
Super Participativo
Usuário desde: 07/04/2010
Localidade:
Mensagens: 197
 Re: TARDE DE INVERNO.
Que belo e singelo o seu poema, revela o coração e a beleza salta, a alma se amplia e dá lugar à magia.

Que belo tecer de poesia, é uma artista com certeza!

Beijinhos e a certeza da minha admiração pelo seu belo coração.


Alice Barros

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 12/07/2010 02:36  Atualizado: 12/07/2010 02:36
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Alice!

Obrigada pelo comentário carinhoso.
Que bom que gostas de minha poesias, são singelas
mas é o que realmente sinto.
Bjinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/07/2010 02:24  Atualizado: 12/07/2010 02:24
 Re: TARDE DE INVERNO.
Sabe que eu também me sinto assim as vezes rs esperando essa tarde lenta passar, e algo nascer das mãos... adorei, beijos enorme.

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 13/07/2010 15:26  Atualizado: 13/07/2010 15:26
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida Amiga
Poetisa Marcia!

É bem assim que nos sentimos.
A gente pega a caneta a folha branca e fica matutando no que escrever.
Obrigada pelo carinho habitual de teus comentários.
Bjinhos

Enviado por Tópico
Akhenaton/Elias
Publicado: 14/07/2010 04:38  Atualizado: 14/07/2010 04:38
Colaborador
Usuário desde: 31/12/2009
Localidade: Porto Velho - Rondonia - Brasil
Mensagens: 1143
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querida amiga,
Poetisa Carol!

Adorei a singeleza dos versos do teu poema querida amiga, muita sensibilidade e com certeza a mãe natureza é uma fonte divina para nossa inspiração.
Meus parabéns e sucessos, sempre!

Beijos ternos do amigo!!!

Fica com Deus!

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 14/07/2010 04:44  Atualizado: 14/07/2010 04:44
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9294
 Re: TARDE DE INVERNO.
Querido Poeta
Elias Akhenaton!

Obrigada pelo comentário sempre tão carinhoso e incentivador. A mãe natureza é uma fonte inesgotável de inspirações.
Mais uma vez, é muito bom tê-lo de volta!
Bjinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/11/2011 19:54  Atualizado: 16/11/2011 19:54
 Re: TARDE DE INVERNO.
Que delicia de tarde, e beleza em versos!
Bj
Niki

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...