Poemas, frases e mensagens de ValdomiroPoeta

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de ValdomiroPoeta

FEROZ VENTANIA

 
Feroz ventania


Hoje a inspiração quer falar de mim
Quer saber como anda a minha vida
Sinceramente não sei se estou afim
Mas pode ser que ela me dê guarida

Quando o coração quer desabafar
Não há dúvidas que sente inquietação
Do nada ele começa a versejar
Originando uma poética criação

No meu aposento eu sonho
Busco mudar o rumo, a trajetória.
Para ir ao encontro da vitória.

Tão almejada no meu dia a dia
Mesmo encarando feroz ventania
Ao seguir em frente me recomponho
 
FEROZ VENTANIA

VERSOS DE AMOR

 
Versos de amor é uma viagem
Que o poeta faz dentro de um coração
Para levar a mais linda mensagem

Que freia os anseios da desilusão
É pra quem ama o eterno acalanto
O encontro da vida com a inspiração

A paz nos cobrindo com o seu manto

O amor nos enchendo de satisfação

Valdomiro Da Costa 25/02/2016
 
VERSOS DE AMOR

O ESCRITOR

 
O escritor

O livro é a criatura
O escritor seu criador
É assim a literatura
Que nos abraça com amor

Quando vejo uma criança
Com um livro se envolver
Fico certo que a esperança
Jamais irá morrer

Parabéns a todos os poetas amigos pelo dia do escritor
 
O ESCRITOR

QUERIDA

 
Amor maior
É o de Deus
Mas não é pequeno
O meu e o seu

O de Deus nos abençoa
Nos ensina a viver
Numa boa
Também faz feliz
Todo o nosso ser

Querida eu amo você!
E o Criador sabe
Que afirmo com sinceridade
Que em mim há muitos entraves
Se dos meus dias se ausentar

Fico sem saber
Direcionar na verdade
A dádiva, a vida
Que Ele me dá


Valdomiro Da Costa17/02/2013
 
QUERIDA

GRITO!

 
Nossa gente soltou o grito
Seu som no planalto ecoou
Presidente ficou aflito
Nosso povo despertou

Governante quer plebiscito
Porque a pátria protestou
Nossa gente soltou o grito
Seu som no planalto ecoou

A nação deu seu veredito
A corrupção já nos cansou
No nosso país eu acredito
Sinto que Ele se encontrou

Nossa gente soltou o grito

Valdomiro Da Costa 11/07/2013
 
GRITO!

MOLDURA

 
Abri minhas janelas para o sol
E deixei a inspiração de um novo dia
Entrar como presente de alegria
No entardecer do mais belo arrebol

No coração da minha rosa amada
Quero ser a canção inesquecível
Como desejo de noite enluarada
Tornando real o meu sonho impossível

Somos dois corações apaixonados
No estado de uma união enternecida
Anelada numa ânsia embevecida

Urdido em sentimentos extasiados
Almas gêmeas em busca de ventura
Laureando nosso amor, feito moldura.

ValdomiroPoeta/Heliojsilva 22/06/2014
 
MOLDURA

ALMA POÉTICA

 
Deus quando teceu a flor
Encheu de inspiração o poeta
Tudo no mundo ganhou cor
A poesia foi descoberta

A alma se tornou poética
Para as nossas vidas encantar
O poeta conheceu a métrica
E a eterna arte de rimar

A flor se fez musa
Do coração trovador
Que das poesias abusa
Pra falar do eterno amor
 
ALMA POÉTICA

NAMORADOS

 
Namorados tem paixão nas veias
Se deliciam com o néctar do prazer
Tem fogo que etermente incendeia
Com beijos e abraços afagam o ser

Para todo sempre inspiram lua cheia
E o poeta que faz do amor sua razão de viver
Namorados tem paixão nas veias
Se deliciam com o néctar do prazer

Caminham de mãos dadas na areia
Gostam de deixar a vida acontecer
Tudo de bom um para outro anseia
História sem fim um eterno querer

Namorados tem paixão nas veias

Valdomiro Da Costa 12/06/2013
 
NAMORADOS

NOS VERSOS DOS MEUS POEMAS

 
Nos versos dos meus poemas
Eu faço uma viagem
O amor sempre é o tema
Com você à minha margem

Em mim nasci poesia
Tu és minha inspiração
Ela é a voz com alegria
Que sai do meu coração

Valdomiro Da Costa20/03/2011
 
NOS VERSOS DOS MEUS POEMAS

AQUARELA

 
Dominado pelos beijos dela
Rendo-me ao amor
Ela é minha aquarela
Seu sorriso é encantador

Meus poemas vão surgindo
Aflora a minha emoção
Declaro o que estou sentindo
Por ela em meu coração

Sou poeta, sou menino
Levo a minha vida assim
Amá-la é algo divino
Uma religião dentro de mim

Valdomiro Da Costa 03/09/2011
 
AQUARELA

LAVOURA DO AMOR

 
Na lavoura do amor
Colhi beijos e abraços
Eu não cultivo desamor
Com paixão tudo faço

Com paixão tudo faço
Eu não cultivo desamor
Colhi beijos e abraços
Na lavoura do amor

Jamais falta erotismo
Entre eu e a musa flor
Nessa safra o romantismo
Me fez dela agricultor

Me fez dela agricultor
Nessa safra o romantismo
Entre eu e a musa flor
Jamais falta erotismo

Na lavoura do amor


Valdomiro Da Costa 01/07/2015



Vaivém Nunix poema criado pelo poeta e amigo (Christiano Nunes)
 
LAVOURA DO AMOR

A FELICIDADE NUA E CRUA

 
A felicidade nua e crua

A primavera nos brinda
É o encanto que nos faz bem
Eu sei quero mais ainda
Gozar da paz que ela tem

A natureza nos realiza
Seu amor vai muito além
Ela sempre nos hipnotiza
É a magia que contém

É a essência da paixão
Que arrebata o coração
Que declamas pela rua

Dos sonhos é a ritmista
A inspiração dos artistas
A felicidade nua e crua
 
A FELICIDADE NUA E CRUA

BILHETINHOS APAIXONADOS

 
Falam que o romantismo é coisa do passado
Mas para isso eu não dou nenhuma atenção
Importante é que com ela eu tenho sonhado
Eu a amo com toda a força do meu coração

Envio buquê de flores, bilhetinhos apaixonados
Porque o amor verdadeiro não permite solidão
Falam que o romantismo é coisa do passado
Mas para isso eu não dou nenhuma atenção

Um jantar a luz de vela hoje a noite está marcado
Preparo a roupa faço a barba com muita emoção
Somos tão felizes e para sempre, eternos namorados
Sou poeta e ao lado dela a vida é poesia e canção

Falam que o romantismo é coisa do passado


Valdomiro Da Costa 15/11/2012[/center]
 
BILHETINHOS APAIXONADOS

MÃE ÉS FONTE DE CARINHO

 
Mãe és fonte de carinho
Que afaga o meu coração
Jamais me deixa sozinho
É sublime sua dedicação

Um dia sairei do ninho
Voarei para outra direção
Mãe és fonte de carinho
Que afaga o meu coração

Se as pedras no caminho
For pra mim uma provação
Sei mãe que no seu cantinho
Rogará por minha proteção
Mãe és fonte de carinho

Valdomiro da Costa 07/05/2013
 
MÃE ÉS FONTE DE CARINHO

LINDA

 
Linda

Aquela canção que afagava nós dois
O meu coração hoje a escuta sozinho
No tempo de outrora não ficávamos a sois
Como ela embalava os nossos carinhos

Resta-me apenas boas lembranças
Daquele amor que não voltará mais
Busquei renovar a minha esperança
Sonhei com novos rumos e ideais

A música do grupo (Roupa Nova)
Que por ventura se chama( Linda)
De um grande amor foi a real prova
Que a paixão sempre é Bem vinda

Traz-me uma recordação infinda
Enlace que não me esqueço jamais
Passado que a minha vida brinda
Que sem dúvida eu curti demais
 
LINDA

ASTRO-REI

 
Astro-rei

Sempre que o astro-rei nasce
As inspirações ganham guaridas
É como se ele nos liberasse
Pra realizar projetos de vida

Toda vez que ele se põe
Faz dos crepúsculos poesias
Onde a gente feliz compõe
Belos sonhos com magia

Entre dóceis nuvens brancas
Que ocupam o azul celeste
De uma aurora que reveste

De maneira pura e franca
Com paz, amor e esperança
Nosso viver e os das crianças

Valdomiro da Costa 24/02/2015
 
ASTRO-REI

ETERNAMENTE TE AMAR

 
Amá-la é tudo que quero
Em dias de chuva ou de sol
Como trilha sonora espero
O cantar do rouxinol

Um arco-íris no céu
Como nosso papel de parede
Dá-lhe um beijo de mel
No mágico balanço da rede

Chama-lá de meu amor
De todo o meu coração
Oferece-lá minha flor
Toda a minha atenção

E na volúpia de um beijo
Infinitamente expressar
Todo esse meu desejo
De eternamente te amar

Valdomiro da Costa 30/04/2013
 
ETERNAMENTE TE AMAR

O DESEJO DE UMA VIDA NOBRE

 
O desejo de uma vida nobre

O amor é querência, inspiração, anseio
A glória e o desejo de uma vida nobre
Tudo de bom que no viver nos veio

Com ele jamais a alma se torna pobre
Sem ele há um grito de inconformismo
A existência se faz ruina e sofreguidão

Fica impossivél que haja eufemismo
Nada nos alivia, perde-se a razão


Valdomiro Da Costa03/11/2012
 
O DESEJO DE UMA VIDA NOBRE

NASCENTE

 
A solidão tem uma fraqueza
É o amor que dura eternamente
Te digo amigo com toda franqueza
Para a vida é o mal tão veemente

Sempre irá destoar da beleza
Deixando a felicidade ausente
A solidão tem uma fraqueza
É o amor que dura eternamente

Com quem ama age com frieza
Faz a dor ser real e presente
É um sentimento sem nobreza
Só o desamor é sua nascente
A solidão tem uma fraqueza


Valdomiro Da Costa 28/10/2012
 
NASCENTE

UMA NOVA AURORA

 
Olhares falam mais que podemos imaginar
Brilham como estrelas de uma bela noite
Se em suas essências tem o desejo de amar
O amor é o mel que a adoça o pernoite


Sempre da à vida um novo sentido
Com ele superamos todos os açoites
E assim deixamos o mundo colorido
A lua sorri por ela ser dama da noite


Inspiração eterna dos divinos poetas
Que tecem em nossos corações às metas
Para sermos sem dúvidas felizes um dia


Já espero a luz de uma nova aurora
Pra mudar a minha história desde agora
Tenho fé em Jesus, também muita valentia


Valdomiro Da Costa 21/07/2013
 
UMA NOVA AURORA