https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

não fosse...

 
Senti-me, algures no tempo
Tão descalço
Que dos pés ao pensamento
Um gelo falso
Pôs em franca tremedeira
Os valores que ainda realço
Da minha humilde maneira .

Quem me ajudaria a trepar
Ou pelo contrário
Quem me cuidaria a voltar
Se também necessário
Sem o tal aconchego
De um desabafo diário
Com meus pés em sossego .

Quem me alertaria em meio
Tão sinuoso
Quem me faria, num anseio
Mais cuidadoso
Sem declarar uma guerra
Entre um sonho teimoso
E os pés assentes na terra .

Quem os passos me conduz
Na escuridão
Quem me faz ter essa luz
Sempre á mão
E adormeço andando sobre o mar
Provando em cada pé a sensação
De sonhar, sonhar e sonhar...

Não fosse,
Eu estar calçado
Com esses sapatos de poeta
Minha alma inquieta
De observador indignado,
Já se tinha resignado
Com o mal que ao bem afecta .

bloackt:


Nascer para ser feliz

 
Autor
bloackt
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1014
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
carlapathy
Publicado: 17/01/2010 17:40  Atualizado: 17/01/2010 17:40
Super Participativo
Usuário desde: 19/12/2009
Localidade: Tramandaí - RS - Brasil
Mensagens: 118
 Re: não fosse...
Que "teus sapatos de poeta" jamais se cansem de te levar ao paraíso da poesia...


By Carla Pathy

Enviado por Tópico
antóniocasado
Publicado: 17/01/2010 17:50  Atualizado: 17/01/2010 17:50
Colaborador
Usuário desde: 29/11/2009
Localidade:
Mensagens: 1657
 Re: não fosse...
Ola

Resignação não! Para isso servem os eternos sapatos do poeta, que é o inconformado, a espada, o inquietante.
As mãos do mundo abrem-se apenas para as janelas e postigos que lhes são necessários. Por isso incomodamos.

antóniocasado