https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

O amor é abstrato

 
Tags:  fotos    elementos    formas  
 
Open in new window

















O amor é abstrato

Onde que há o amor, fico indagando
Ao ar livre ou nas rochas primitivas
Em tudo que parece fico pensando
Como formas palpáveis e bem vivas

Mas as almas todas estão pairando
E não apresentam formas definitivas
Pois o amor em tão vago e brando
E às vezes tem ações tão corrosivas

Nas rochas não vai deixar gravados
As dores e sentimentos encontrados
Na verdade são secretos e invisíveis

E nem os elementos quão encantados
Não poderão ser nunca fotografados
Pois as suas formas são inatingíveis.

Jmd/Maringá, 06.02.10



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
1196
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/02/2010 12:56  Atualizado: 06/02/2010 12:56
 Re: O amor é abstrato
oi amigo poeta o amor é um lugar estranho mas bonito ao mesmo tempo.
Belo poema

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 07/02/2010 00:38  Atualizado: 07/02/2010 00:38
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4422
 Re: O amor é abstrato
UI poeta

O amor é abstrato? não sei talvez sim, talvez não mas mesmo assim sentimo-lo

Gostei muito do teu soneto

Jinhos
Tudo de bom para ti