https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Desígnios

 
Esta espera me atenta
como acontece aos audazes;
mas isso não me apoquenta,
não sou dos mais capazes!

Não engano quem me entenda,
nem quem não possa entender
e até mesmo quem pretenda
nunca me vir a perceber.

Cada um tem seu destino
e um caminho a percorrer,
muitas vezes atribulado.

É bom não perder o tino
ou porventura enlouquecer,
para jamais ser igualado.



António MR Martins

2010.05.20


António MR Martins
Tem 11 livros editados. O último título "O tempo também arde", Emporium Editora, 2018.
Membro do GPA-Grupo Poético de Aveiro
Sócio n.º 1227 da APE- Associação Portuguesa de Escritores

 
Autor
António MR Martins
 
Texto
Data
Leituras
346
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/05/2010 18:14  Atualizado: 21/05/2010 18:14
 Re: Desígnios
António, cada um tem o seu.
que o saiba direccionar.

Abraço