https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

ALFAMA VELHINHA Poema para FADO

 
ALFAMA VELHINHA
poema para fado

Aqui na velha Alfama antigamente
Reunia na noite a fadistada
À luz dum candeeiro já dormente
Cantavam até alta madrugada .

Vinham dos outros bairros fazer farra
Cantar em qualquer largo recatado
Trazendo alguns deles a guitarra
P’ra acompanhar na noite o velho fado.

O eco da voz rouca dum rufia
Ali em qualquer largo o povo chama
Apenas p’ra ouvir a melodia
Do fado que se cantava em Alfama.

O fado tal presença aqui marcou
Sem jamais esquecer o seu passado
E o fado para sempre aqui ficou
Porque inda hoje Alfama cheira a fado!...

Euclides Cavaco

 
Autor
EUCLIDES CAVACO
 
Texto
Data
Leituras
3557
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
nunorita
Publicado: 02/08/2007 23:31  Atualizado: 02/08/2007 23:31
Da casa!
Usuário desde: 06/03/2007
Localidade: Lisboa, Cidade da branca Luz...
Mensagens: 263
 Re: ALFAMA VELHINHA Poema para FADO
Alfama é linda!!!

Bonito fado. Parabéns

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 03/08/2007 14:06  Atualizado: 03/08/2007 14:06
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: ALFAMA VELHINHA Poema para FADO
Um belo poema.
Das melhoes formas que poderia ser escrito.
Da forma que fixa, que prende a qualquer leitura.

Beijinhos