https://www.poetris.com/
 
Textos : 

abraço-te.

 
à alexandra.


. façam de conta que eu não estive cá .






muitas vezes no tempo me perco, talvez por pensar em demasia no que passa, porque tudo passa tão rápido por mim, que ao virar o rosto já lá não estão as pessoas. e eu com tanto para dizer ainda. outras vezes o silêncio me governa, fecho as pálpebras à luz, deixo as palavras. deixo as palavras do lado de fora do corpo. e eu tantas vezes dentro, tantas vezes dentro da pele, não sei onde procurar o que não encontro, mas queria. hoje quis dar-te o corpo, este que tenho, não é muito mas é tudo o que resta duma história perto do precipício, quis dar-te o par de braços que me sobrou, o par de olhos, o par de pernas, leva-os contigo para onde fores. o coração é um lugar que depressa se esquece. não sei falar, sei escrever. não sei viver, sei morrer. não sei ficar, sei partir. e apesar de tudo o que não faço, por desespero ou não saber, quero abraçar-te. chora. chora um pouco. chora muito. chora tudo. eu deixo-te o meu corpo.


 
Autor
Margarete
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1499
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
10
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 27/07/2010 16:22  Atualizado: 27/07/2010 16:22
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: abraço-te.
Um enorme abraço. Só vindo de ti.
Ficam interrogações, que não colocarei.
Mais um texto ao nível da Mar (apesar do afecto e da direcção...).

Gostei da palavra nele inserida.

Beijinhos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/07/2010 16:25  Atualizado: 27/07/2010 16:25
 Re: abraço-te.
Margarete, eu deixo-te a minha vénia pela tua poesia e um abraço às duas

beijo

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 27/07/2010 16:33  Atualizado: 27/07/2010 16:33
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8223
 Re: abraço-te.
e eu abraço-vos.

Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 27/07/2010 16:35  Atualizado: 27/07/2010 16:35
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: abraço-te.
Mar, a tua escrita permanece entre o que de melhor conheço na net e fora dela. cada texto teu acrescenta a arte.

beijo amigo
Mel

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 27/07/2010 16:40  Atualizado: 27/07/2010 16:40
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: abraço-te. para mar
um abraço.às vezes importa tanto.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 27/07/2010 16:54  Atualizado: 27/07/2010 16:54
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: abraço-te. p/Margarete
O abraço é uma entrega generosa, Margarete. Palavras sentidas para Alexandra, gostei de ler. Um ótimo dia pra vc.

Enviado por Tópico
sampaiorego
Publicado: 27/07/2010 17:00  Atualizado: 27/07/2010 17:00
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2010
Localidade: algures virado para o mar com gaivotas
Mensagens: 1150
 Re: abraço-te.
as palavras mar. as palavras mar. as palavras mar. estas tuas palavras não morrerão nunca

abraço

sampaio(r)ego

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/07/2010 17:12  Atualizado: 27/07/2010 17:12
 Re: abraço-te.
Gosto sempre de te ler, embora não to diga sempre.
bjs
nuno

Enviado por Tópico
cromeleque
Publicado: 27/07/2010 17:26  Atualizado: 27/07/2010 17:26
Da casa!
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 269
 Re: abraço-te.
há muitos corpos abandonados nos menires que me dispõem em círculo. choram e transpiram emoções.

cumprimentos

Enviado por Tópico
Caopoeta
Publicado: 27/07/2010 18:36  Atualizado: 27/07/2010 18:36
Colaborador
Usuário desde: 12/07/2007
Localidade:
Mensagens: 2027
 Re: abraço-te.
é sempre bom abraçar quem temos perto,
é sempre de perto que se sente tal abraço.

eu sinto,sempre,apesar das distancias.
morrer,morre-se longe.